Segundo a denunciante, que está com uma irmã internada há quatro dias na Maternidade, os acompanhantes não estão recebendo alimentação, “A gente entra aqui às 7h30 e fica até as seis da tarde, e não tem direito ao almoço” (Foto: Divulgação)

A dona de casa Jéssica Caroline de Souza Melo procurou a Folha para denunciar que o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (HMINSN) está se negando a fornecer a alimentação dos acompanhantes de pacientes internados na unidade hospitalar.

Segundo a denunciante, que está com uma irmã internada há quatro dias na Maternidade, os acompanhantes não estão recebendo alimentação, “A gente entra aqui às 7h30 e fica até as seis da tarde, e não tem direito ao almoço, não tem direito ao café, não tem direito a nada”, disse a dona de casa que também está grávida.

Jéssica procurou a secretária do diretor do Hospital Materno Infantil, mas foi informada de que a unidade não é obrigada a fornecer as refeições aos familiares que acompanham os pacientes: “A secretária foi falar com a nutricionista para liberar a marmita para gente, mas a nutricionista disse que os acompanhantes só têm direito quando o paciente vai ganhar bebê ou sai de cirurgia”, explicou.

MATERNIDADE NEGA – A direção geral do HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) esclarece que não procede a informação de que não estaria sendo disponibilizada alimentação para acompanhantes de pacientes internados na unidade.

Em nota, a Sesau citou vários decretos e leis para informar que agora existem critérios para a oferta de alimentação para acompanhantes de pacientes internados em todas as unidades hospitalares.

A marmita é fornecida apenas para acompanhante de paciente menor de 18 anos; paciente idoso com 60 anos ou mais; paciente em trabalho de parto, parto ou pós-parto; paciente em TFD (Tratamento Fora de Domicílio); além de paciente que atenda critério médico ou do setor de Serviço Social, devendo este permanecer na unidade em tempo integral.

“Também estão autorizados casos com autorização da direção da Unidade ou do setor de Serviço Social. Dessa maneira, a unidade ressalta que está apenas cumprindo com o que determina a lei e reforça que todos os acompanhantes que têm o direito à alimentação a recebem”.

Informações: Folha de Boa Vista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here