A viúva sofreu a violência dentro de casa e registrou ocorrência contra o filho (Foto: Nilzete Franco)

Uma viúva de 59 anos, que mora no Centro de Boa Vista, foi vítima do próprio filho, que fez ameaças de morte, lhe puxou pelos braços e lhe enforcou para tomar seu aparelho celular. O fato ocorreu por volta das 21h20 dessa quarta-feira, 09, e só não teve um desfecho pior por causa da intervenção de outros familiares. O autor das agressões é um ex-presidiário de 38 anos.

A Polícia Militar atendeu à ocorrência e relatou que foi acionada pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). Num primeiro momento, a informação é de que se tratava de um desentendimento familiar, mas quando chegaram ao local, conversaram com a vítima e descobriram que se tratava de um caso grave de violência. O objetivo do suspeito era tomar o telefone da mãe, que possivelmente seria trocado por entorpecentes na região do Beiral, área do Caetano Filho.

Como a mãe reagiu e não quis entregar seus pertences, sofreu a violência. Um primo do suspeito interveio e também foi agredido, mas não quis ir à Delegacia para prestar queixa contra o agressor. O homem estava totalmente descontrolado e levou a motocicleta da mãe para fora da casa, no intuito de danificá-la, mas foi impedido pela filha dele, testemunha do caso.

Quando os policiais perguntaram pelo indivíduo, foram informados de que ele já havia fugido. No entanto, após buscas, o suspeito foi localizado e conduzido à Central de Flagrantes do 5° DP. A mãe dele também foi à Unidade Policial para relatar sobre o fato e pedir providências policiais. O delegado de plantão considerou a materialidade do crime e lavrou o Auto de Prisão em Flagrante (APF) contra o homem que permaneceu detido numa das celas da Delegacia, onde ficou até a manhã dessa quinta-feira, 10, quando foi levado para audiência de custódia com a Justiça.

Os militares também descobriram que o agressor já cumpriu pena na Cadeia Pública de Boa Vista e, segundo a mãe, está em liberdade há oito meses. Na audiência de custódia, a Justiça decidiu pela manutenção da prisão do indivíduo, que foi encaminhado para o Sistema Prisional.

Informações: Folha de Boa Vista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here