Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal de Roraima. Foram expedidos 17 mandados de prisão preventiva, 5 de prisão temporária (Foto: Divulgação/PF)

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (06) a Operação Hespérides*, que tem o objetivo de desarticular organização criminosa que seria responsável pelo comércio ilegal de ao menos 1,2 tonelada de ouro. Há suspeitas de participarem do grupo de um analista da Receita Federal, uma Auditora Fiscal de Tributos do Estado de Roraima, um Procurador do Estado de Roraima e uma servidora comissionada também da Procuradoria Estadual.

Os principais crimes investigados são participação em organização criminosa, contrabando, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, receptação e os crimes de falsidade ideológica e de documento público. Se condenados, os líderes do esquema podem ter penas que ultrapassam 50 anos de prisão.

São cumpridos 17 mandados de prisão preventiva, 5 de prisão temporária, 48 buscas e apreensões e 15 sequestros/bloqueios de bens.

Informações: Folha de Boa Vista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here