Guilherme Campos, filho da governadora afastada Suely Campos, será solto nas próximas horas, autorizado pelo ministro Reynaldo Soares da Fonseca da quinta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Decisão beneficia outros envolvidos no esquema de corrupção de desvios de dinheiro do sistema prisional de Roraima.

Serão libertados do Comando da Capital, os investigados Renan Bekel, João Kleber Siqueira, Ronan Marinho, Guderian Pacheco, Cloves de Castro, Josué dos Santos Filho, Breno Lampert, Weslley Gomes e Marco Antônio Rodrigues.

Guilherme foi preso em um hotel em Brasília pela operação da polícia federal batizada de “ Escuridão” , que mira recursos públicos do sistema penitenciário de Roraima.

Segundo a Policia Federal o esquema envolve o desvio de 70 milhões de reais dos cofres públicos entre 2015 e 2018. Ao todo foram cumpridos 11 mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão em Boa Vista e Brasília (DF).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here