O governo de Roraima vai realizar a tradicional festa de São João. O arraial ocorre no Parque Anauá entre os dias 26 e 28 de julho e terá custo de R$ 460 mil, 82% a menos que o ano passado. A informação foi confirmada ao Roraima em Tempo nesta terça-feira (16).

Segundo informações repassadas à reportagem, o custo da festa no ano de 2018 foi de R$ 2,6 milhões, sendo que R$ 600 mil foram apenas para a decoração do Parque. Neste ano, em meio à crise financeira, o governador Antonio Denarium (PSL) optou por fazer um arraial participativo, isto é, colaboradores vão ajudar na realização.

“É o maior evento cultural do Governo de Roraima, consubstanciado na promoção da cultura, do lazer e da valorização das tradições roraimenses, por meio da participação ativa dos núcleos culturais e da sociedade civil no processo de produção, reelaboração e fruição dos bens culturais locais”, justifica o governo.

A decoração do São João do Anauá, como foi batizada a festa na gestão Denarium, será feita a partir de reaproveitamento de material da Secretaria de Cultura (Secult), pasta que coordena o evento. A iniciativa é para enxugar os gastos com ornamentação do espaço. A programação ainda será divulgada.

Durante a festa, 24 quadrilhas vão se apresentar. Os custos com os grupos ficam na casa de R$ 300 mil. Os outros R$ 160 mil serão gastos com palco, som, iluminação e demais estruturas. O evento é realizado com verbas destinadas especificamente para a Cultura.

AMBULANTES

Quem, porventura, se interessar em comercializar produtos durante a festa, deve fazer o cadastro junto à Secretaria de Cultura até o dia 18 de julho. O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Videoteca Francisco Aragão, localizada no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, Centro Cívico.

O parque estará dividido em 18 setores, entre área de alimentação e bebidas e recreação. O interessado deverá preencher uma ficha de inscrição disponível no Diário Oficial do Estado (DOE) ou solicitar pessoalmente no Departamento de Promoção Cultural da Pasta.

No ato da inscrição, os interessados deverão apresentar os documentos originais e cópias, além de pagar a taxa de permissão de uso do espaço. Os valores, conforme tabela da secretaria, variam de R$ 80 a R$ 750.

PATROCÍNIO

No mesmo período, 15 a 18 de julho, o governo também recebe propostas de empresas que queiram patrocionar o evento. A pessoa jurídica deve apresentar os documentos necessários na sede da secretaria, em horário comercial. Entre as vantagens oferecidas à empresa está a divulgação da marca nos dias do evento.

“O patrocinador poderá substituir o pagamento em dinheiro pela contratação direta da estrutura prevista para as festividades”, pondera a Secretaria de Cultura. Todos os detalhes aqui. 

Informações – Roraima em Tempo – Foto – Secom/RR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here