Vice-governador Frutuoso Lins convocou coletiva para anunciar rompimento com Denarium — Foto: Jackson Félix/G1 RR

O vice-governador de Roraima Frutuoso Lins (sem partido) anunciou nesta terça-feira (27) que rompeu a aliança política com o governador Antonio Denarium (PSL). Em coletiva de imprensa, ele disse que deixa a base governista por discordar da gestão do pesselista.

“Eu não quero mais continuar no governo Antonio Denarium, porque aquilo que está acontecendo no governo não é aquilo que nós prometemos na campanha”, afirmou Frutuoso durante coletiva no Palácio Senador Hélio Campos, sede do governo estadual, em Boa Vista.

Lins disse também que apesar do rompimento político com o governador, vai permanecer no cargo e continuará cumprindo expediente no palácio do governo. A diferença, segundo ele, é que agora “poderá fazer cobranças mais efetivas ao executivo”.

O G1 procurou a assessoria do governador e aguarda retorno. Denarium está em Brasília onde ocorre um encontro entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e governadores da Amazônia Legal.

Segundo o vice, um dos principais motivos do rompimento foi a priorização do governo ao agronegócio voltado aos grandes produtores. Um exemplo disso, conforme Lins, foi o “lançamento da safra da soja de 2019, que excluiu o pequeno agricultor”.

“A gente não vê nenhum do ato do governo em relação ao pequeno agricultor e a agricultura indígena, mas vê o governador sendo garoto propaganda do agronegócio trazendo grandes empreendedores de fora para comprar as terras de Roraima”, comentou.

Ele completou dizendo que acha importante a mudança da a matriz econômica do estado estado, “mas que a força do governo deve ser para o povo e não para grupos”.

O vice-governador criticou também a não entrega da reforma administrativa em oito meses de gestão, que Denarium já havia prometido, e mudanças consecutivas dos gestores da Saúde.

Sem partido, após deixar o PTC, Frutuoso Lins declarou que deve se filiar a outra sigla em breve. Também afirmou que uma eventual candidatura à prefeitura, nas eleições do ano que vem, ainda é incerta.

Esta não é a primeira polêmica entre vice e governador. Em março, Lins usou o Facebook para demonstrar insatisfação com o governo. Na rede social, ele disse que não tinha papel definido na gestão.

À época, a assessoria de Denarium rebateu a postagem afirmando que não iria se manifestar sobre o assunto. No dia seguinte, Lins postou uma foto de mãos dadas com o governador e escreveu: “nada que uma boa conversa não resolva”.

Na gestão passada, da governadora Suely Campos (PP), o ex-vice governador Paulo Cesar Quartiero também deixou a base governista no início do primeiro ano de mandato. Ele permaneceu no cargo até 2018 quando resolveu sair de vez do governo.

Informações: G1 Roraima 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here