Eles reagiram durante uma Operação desencadeada em Pacaraima e atacaram uma equipe do Exército que atuava no local (Foto: Aldenio Soares)

Seis imigrantes que atacaram uma guarnição do exército brasileiro em uma operação ocorrida em Pacaraima foram presos por integrantes das forças de Segurança Pública. No momento das prisões dos imigrantes venezuelanos, essas pessoas teriam tentado resgatar os suspeitos das mãos do exército, mas foram contidos por balas de borracha.

No total, segundo a polícia civil, foram 30 venezuelanos presos e trazidos para Boa Vista. Eles são acusados de crimes de terrorismo, organização e associação criminosa.

Eles também são acusados de promover a entrada ilegal de estrangeiros, crime violento cometido por estrangeiro ilegal e corrupção de menores. Quinze dos presos se declararam integrantes de duas facções criminosas venezuelanas.

Eles foram trazidos num ônibus da PM escoltado pela Força Tática (PM) e GRT (Grupo de Resposta Tática) da Polícia Civil, submetidos a exame de integridade física no IML e identificados criminalmente por peritos do Instituto de Identificação Odílio Cruz. Depois foram apresentados na audiência de custódia e tiveram suas prisões preventivas decretadas.

Informações: Folha de Boa Vista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here