Suely Campos (PP) concorreu nas eleições de 2018, mas não se reelegeu — Foto: Valéria Oliveira/G1/Arquivo

A ex-governadora de Roraima Suely Campos (PP) foi multada em R$ 5 mil por um crime eleitoral cometido em 2018 e deve pagar o valor em 24 parcelas. A divisão foi concedida pelo desembargador Jefferson Fernandes da Silva em decisão publicada no Diário Eletrônico da Justiça desta quarta-feira (4).

No mesmo processo a deputada estadual Aurelina Medeiros (PODE) também foi multada em R$ 5 mil. As duas foram acusadas pelo Ministério Público Eleitoral de fazerem campanha antecipada para dois políticos dos estado.

A decisão da multa das duas foi expedida em junho, no entanto, somente Suely pediu o parcelamento do montante. Com a autorização judicial, o valor mensal ficou em R$ 208,33.

Já Aurelina, conforme consta na decisão, não se manifestou no processo. Por telefone, a parlamentar disse que sua defesa entrou com recurso e também pediu o parcelamento da multa. O magistrado determinou que o débito dela seja enviado à Procuradoria da Fazenda Nacional.

Em nota a defesa de Suely afirmou que o pedido foi feito pela própria ex-governadora e confirmou a decisão de parcelar a multa.

As duas foram acusadas pelo Ministério Público Eleitoral de fazerem campanha antecipada ao declararem apoio e pedirem voto a um senador e um deputado federal durante reunião no Centro de Tradições Gaúchas (CTG), no bairro Mecejana, zona Oeste, em fevereiro de 2018.

De acordo com a denúncia, o evento contou com seis prefeitos de municípios do interior, diversos deputados estaduais e federais, além da governadora e milhares de possíveis eleitores.

O parcelamento de multa eleitoral está previsto na Lei nº 9.504. A multa pode ser paga em até 60 meses, exceto quando o valor da parcela ultrapassar 5% da renda mensal, no caso de cidadão, ou 2% do faturamento, no caso de pessoa jurídica.

Em 2018, a ex-governadora concorreu a reeleição e perdeu ainda no primeiro turno. Ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ela declarou R$ 523.721,31 no total de seus bens, sendo uma aeronave no valor de R$ 97.127,48, uma fazenda em Amajari avaliada em R$ 211 mil e um casa em Pacaraima que valia R$ 215.593,83.

Informações: G1 Roraima

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here