Em atenção às necessidades do setor empresarial em meio à pandemia do novo coronavírus, a prefeita Teresa Surita esclareceu nesta segunda-feira (6) que todo tipo de comércio está liberado em Boa Vista, desde que funcione em forma de delivery.

O anúncio foi dado durante entrevista à imprensa. Inicialmente, a prefeita agradeceu aos comerciantes que estão cumprindo com o decreto, obedecendo as recomendações. Está permitido o funcionamento, desde que os requisitos de segurança sejam cumpridos, sendo adotado o sistema de delivery.

“Eu gostaria de dizer que todo sistema de delivery está liberado. É só as pessoas trabalharem com as medidas corretas de proteção, que são as luvas, que podem ser até as de cozinha, as máscaras, para proteger quem vai entregar e quem vai receber com proteção, que é específica nessa questão, todo sistema está liberado”.

Em relação aos autônomos, como os vendedores ambulantes, a prefeita destacou que é importante que o Governo Federal cumpra sua parte, liberando o mais breve possível o pagamento dos R$600 e dos R$1.200 prometidos como ajuda nesse momento de pandemia. “É função do Governo Federal ajudar essas pessoas, que precisam dessa ajuda para sobreviver”, disse Teresa.

Mais uma vez, a prefeita de Boa Vista ressaltou a importância das pessoas permaneceram com as medidas de isolamento social. Para isso, lembrou do desligamento das luzes nas praças e outros ambientes públicos, como forma de evitar as aglomerações, e as constantes fiscalizações por parte da Guarda Civil Municipal, garantindo que as medidas sejam cumpridas.

Hospital infantil – Na entrevista, Teresa também esclareceu que o sistema de saúde municipal está equipado para atender possíveis pacientes com coronavírus, enfatizando que a responsabilidade do município é com as crianças e adolescentes de até 13 anos. Assim, o Hospital da Criança Santo Antônio já conta com 20 respiradores, 160 leitos e 20 leitos de retaguarda oficializados no Hospital da Mulher, além de uma equipe devidamente preparada.

“Estamos bem equipados e com condição de poder atender os pacientes. Por competência, o munício não trata de adultos, somente as crianças. Caso haja uma super lotação, que se Deus quiser, não vai acontecer no Hospital da Criança, o passo seguinte será ir para encaminhar ao Hospital de Campanha, através da parceria com o Exército. Mas nós acreditamos que, pelas estatísticas do Brasil, o que temos hoje vamos poder atender as crianças com tranquilidade”.

Outras medidas de segurança –Para garantir que o novo coronavírus se espalhe pela cidade, a Prefeitura de Boa Vista tem adotado, desde o início da pandemia, medidas eficientes de proteção, como a suspensão das atividades administrativas nos espaços públicos, das aulas na rede municipal de ensino, além dos eventos culturais, esportivos e de lazer na cidade. As luzes das praças e outros ambientes públicos foram desligadas, evitando aglomerações de pessoas.