Desde que se lançou como um nome provável para assumir a Prefeitura de Boa Vista, a deputada federal Sheridan adotou um discurso de esperança aos boa-vistenses, como se a cidade vivesse um verdadeiro caos. O tempo todo fala em cuidar das famílias da cidade, como uma verdadeira mãezona. Para isso, vale até selfie comendo manga. Mas o que a nobre parlamentar não fala é do quanto ela e seu grupo político quase levaram Roraima à ruína total. E quer cuidar da cidade.

É só colocarmos nossas memórias para funcionarem. Vejamos o caos que ficou o Hospital Geral (HGR), a educação, com escolas abandonadas, sem merenda e sem transporte, quando o então governador José de Anchieta (que Deus o tenha!), marido de Sheridan, deixou o governo em 2014 para se aventurar por uma vaga no Senado Federal. Ele perdeu, claro. Mas a esposa ganhou uma carreira política e a alcunha de “Musa do Congresso”.

Shéridan fala em cuidar das pessoas, mas ela jamais se posicionou de forma incisiva contra Denarium, seu mais novo “amigo”, que deixou de pagar o Renda Cidadã (antigo “Crédito Social”, que ela disse ter batizado e ampliado enquanto Secretária Extraordinária da Promoção Humana e Desenvolvimento).

Além disso, se você lembrar bem, Sheridan esteve entre os parlamentares que votaram contra a prorrogação do pagamento do auxílio emergencial de R$600 até dezembro desse ano às famílias que ficaram impossibilitadas de trabalhar por conta da pandemia de coronavírus. Cuidar das pessoas? Sério?

Sabe de quem Sheridan quer cuidar de verdade? Dela mesma. E dos seus, claro. É só lembrar também que, quando era primeira-dama do Estado, a hoje deputada esbanjou à vontade – com dinheiro público, diga-se! – em uma festa de aniversário com direito a funkeiro trazido em jatinho do Governo dos Estado, incidente que lhe rendeu recentemente condenação na Justiça.

Sheridan só cuida de aumentar seu patrimônio e usar dinheiro do contribuinte. É famosa não apenas pelas selfies sensuais em ilhas paradisíacas, mas também pelos gastos exorbitantes, como alugueis de carros de luxo e combustível durante recesso parlamentar, além de gastos com assessores e passagens aéreas. Como alguém dessa estirpe quer cuidar da cidade?

Se Shéridan realmente tivesse algum interesse em cuidar de Boa Vista, teria liberado algum recurso para melhorar a cidade, o que ela não fez em oito anos de mandato como deputada. O que ela fez foi se alinhar a outros parlamentares glutões do dinheiro público, que juntos zeraram as emendas que seriam destinadas a Boa Vista, a capital que ela quer governar. Disso, os boa-vistenses jamais vão esquecer.