Maior Paçoca do Mundo terá 700 quilos e será pesada ao vivo

Maior Paçoca do Mundo terá 700 quilos e será pesada ao vivo, | Foto:  Andrezza Mariot

A Maior Paçoca do Mundo vai ganhar uns quilos a mais nesta edição do Boa Vista Junina 2016. O objetivo é quebrar o recorde de meia tonelada do ano passado, aumentando a produção para 700 quilos este ano, com o desafio de fazer tudo isso em três dias, sendo que o último passo será no sábado (25), ao ar livre e sob o olhar atento do público do Maior Arraial da Amazônia.

 
O paçocão será pesado em pleno arraial, por uma balança gigante. Dois paçoqueiros chefes e cerca de 20 auxiliares farão o desafio. Consultado pela Prefeitura de Boa Vista, o Guinness World Records informou que não há record nenhum relacionado à paçoca. A maior receita da iguaria já feita até hoje foi servida no Boa Vista Junina do ano passado.
 
“Quem estiver presente no Boa Vista Junina no dia 25, dia da distribuição da maior paçoca do mundo, vai poder conferir de perto a pesagem, que será feita por meio de um guincho e uma balança gigante. Assim todos vão poder acompanhar a quebra de recorde”, informou Alda Amorim, superintendente de Turismo da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec).
 
Na receita, serão usados 500 kg de carne de sol, 350 kg farinha, 150 kg de cebola e 60 litros óleo. A preparação dos ingredientes começa dia 22 em uma cozinha industrial, onde a carne será temperada, desidratada, frita, processada junto com a farinha, depois será refogada e servida.
 
Um dos dois paçoqueiros chefes, Raimundo Almeida, 36, vai usar toda a experiência de sete anos na produção de paçoca para vencer o desfio e colocar o Boa Vista Junina no Livro dos Recordes. “O desafio não é fácil, mas a gente vai fazer o que sabe, com tranquilidade para que tudo aconteça dentro do tempo. É muita adrenalina, mas a gente vai superar. Fazer parte da produção da maior paçoca do mundo é um reconhecimento”, contou.
 
A farinha da Maior Paçoca do Mundo vem da comunidade indígena do Bananal
Pelo segundo ano, a Maior Paçoca do Mundo terá como um dos ingredientes principais a farinha produzida na Comunidade do Bananal, localizada a 221 quilômetros de Boa Vista, na Terra Indígena São Marcos. As 42 famílias predominantemente da etnia Taurepang que moram no lugar, vivem da produção de farinha que é vendida até na Venezuela. O produto é motivo de orgulho para os nativos, já que é considerado um dos melhores do estado.
 
“Nossa farinha é famosa mesmo”, disse o vice-tuxaua Lázaro Antônio Louredo da Silva. A paçoca do Boa Vista Junina vai levar 350 quilos da prestigiada farinha do Bananal na receita. “É um orgulho ter nossa farinha na maior paçoca do mundo”, concluiu.
 

Veja também

Top