Você conhece a história dos arraiais de Boa Vista?

O Museu Temporário dos Arraiais de Boa Vista foi preparado especialmente para contar a história da festa mais tradicional da cidade. Uma exposição com 40 fotos retrata as primeiras festas de São João, homenageando as famílias que trouxeram essa cultura para a única capital de Roraima, devotando a fé nos santos juninos.

 
Esse é o terceiro ano que o museu conta a história dos arraiais da cidade, sempre retratando algum período. Neste ano, ele conta como tudo começou! Os registros são de 1910 a 1940. Nessa época, dois grandes arraias entraram para a história, o de São Sebastião e do arraial de Nossa Senhora do Carmo.
 

Museu Temporário: Arraiais de Boa Vista | Foto: Igorh Martins

Museu Temporário: Arraiais de Boa Vista | Foto: Igorh Martins


 
“Estamos retratando os boa-vistenses que deram origem a essas raízes. Fizemos pesquisas, conseguimos fotos e relatos junto às famílias para poder chegar a esse resultado. Os arraiais aconteciam porque os fazendeiros precisavam apresentar suas filhas aos vizinhos, compadres, fazendeiros e os filhos tinham de conhecer as pessoas. Hoje, 80% das famílias do século 21 descendem de um casamento do arraial”, destacou o coordenador do Museu Temporário, Carlos Alberto Pavelegini.
 
Carlos explica ainda que a proposta do museu é mostrar para a atual geração que um patrimônio histórico é a vivência e a participação do povo. O museu é aberto ao público e está disponível a visitação durante todas as noites de festa.
 
“Se hoje nós temos essa festa bonita, o Maior Arraial da Amazônia, é porque a prefeita Teresa Surita teve a preocupação de valorizar as raízes do nosso povo. E a melhor maneira de deixarmos um legado é transmitindo esse respeito que a gestão municipal tem com nossa história, com a participação das pessoas. É fazendo esse museu para que essa geração entenda que tivemos um passado muito lindo. E que houve também uma formação social através da cultura da fé”, explicou.
 
Museu Temporário: Arraiais de Boa Vista | Foto: Igorh Martins

Museu Temporário: Arraiais de Boa Vista | Foto: Igorh Martins


 
Quem passou pelo local gostou da ideia. “É uma iniciativa muito bacana. O museu é a oportunidade das pessoas conhecerem um pouco da nossa história, da tradição dos arraiais. É uma oportunidade de voltar ao tempo e saber como tudo começou. Gostei muito”, disse a empresária do ramo de alimentação, Rose Isidório Velho.
 

Veja também

Top