Mais de 200 mil venezuelanos atravessaram a fronteira de RR – Edinaldo Morais

O Governo Federal criou um cadastro oficial para o registro de venezuelanos. O sistema será usado na Operação Acolhida e se torna base de dados das autoridades brasileiras para interiorização dos imigrantes. A resolução que regulamenta as regras foi publicada nesta segunda-feira (4) no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo o governo federal, a intenção do cadastro é facilitar a ampliação de municípios brasileiros que recebem imigrantes e refugiados do país vizinho. Por meio dessa base de dados que a interiorização para trabalho, reunificação familiar ou reunião social será feita. O documento é assinado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, presidente do Comitê Federal da Assistência Emergencial.

“Instituir o Sistema Acolhedor como cadastro oficial de imigrantes advindos do fluxo migratório provocado por crise humanitária na República Bolivariana da Venezuela”, determina a portaria.

INTERIORIZAÇÃO

Ao todo, 17,7 mil imigrantes já foram interiorizados pela Operação Acolhida. Sendo 6,7 mil pela sociedade civil, e 11 mil e pelo Comitê de Assistência Emergencial. Apenas Acre, Amapá e Maranhão ainda não receberam imigrantes.

Apesar do programa, o número de interiorizados ainda é insuficiente para conter a crise migratória que afeta Roraima. Um relatório da Polícia Federal (PF) mostra que entre 2017 e abril de 2019 houve mais de 262,3 mil registros de entradas de imigrantes em Roraima. Todos atravessaram a fronteira entre Santa Elena de Uairén e Pacaraima, extremo Norte do Estado. Desse total, 109,7mil retornaram ao país vizinho.

Ainda de acordo com o relatório, em apenas quatro meses o número de venezuelanos que entrou no país em 2019 triplicou. Se comparado com o mesmo período de 2017, houve um aumento de quase 270%. Neste ano, mais de 66 mil ingressaram no rstado, enquanto que nos primeiros quatro meses de 2017 esse número era de apenas 17,5 mil.

Apesar de continuar com o título de Estado com o menor número de habitantes, Roraima chegou a 605.761 pessoas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O crescimento corresponde a 5,06% frente os 576.568 registrados no ano passado. Já a capital, sofreu um aumento de 6,5%.

Informações: Roraima em Tempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here