A Justiça de Roraima suspendeu a restrição do empresário José Walace Barbosa da Silva de se ausentar do estado. Ele é marido da deputada estadual Yonny Pedroso (SD) e acusado de ser o maior beneficiado em desvios de verbas públicas nos serviços de transporte escolar em 2018.

Conforme a decisão, publicada no fim do mês de julho, foi levado em consideração que a instrução criminal transcorreu normalmente sem ausência dos acusados durante o processo. A partir de agora, José Walace pode sair de Roraima desde que informe antes ou depois o local de destino e o período de permanência.

O marido da parlamentar foi preso em São Paulo no início do ano passado durante a Operação Zaragata, da Polícia Federal, que investigou o desvio de R$ 50 milhões e cobrança de propinas. A prática teve finalidade de financiar a campanha de Yonny, segundo as investigações.

Conforme a acusação, a empresa Diamond Tours Logística e Transportes Ldta venceu um contrato emergencial para cobrir a rota de transporte escolar no interior do estado. Entretanto, o serviço não foi restado e servia de condução de eleitores no dia do pleito. José Walace é dono da empresa.

Yonny tomou posse na Assembleia Legistativa de Roraima (ALE-RR) após conseguir decisão favorável na Justiça Federal e passou a utilizar tornozeleira eletrônica. A deputada teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RR) em abril deste ano por compra de votos e abuso de poder econômico.

Em fevereiro do ano passado, a Justiça Federal determinou um relatório de monitoramento após a deputada ter retirado a tornozeleira sem permissão. A parlamentar não usa mais tornozeleira.

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou que a prisão domiciliar da deputada fosse convertida em preventiva após ela ter violado medidas cautelares com a falta de cumprimento na obrigatoriedade da manutenção da tornozeleira.

A deputada, ainda no ano passado, chegou a fazer um discurso na Casa Legislativa pedindo que o Ministério Público do Estado regularizasse o transporte escolar no interior.

Informações: Roraima em Tempo – Foto: Arquivo Pessoal