Resultado de pesquisa via Telefone / IBOPE. Devemos Acreditar!?

Resultado de pesquisa via Telefone / IBOPE. Devemos Acreditar!?

A venda do voto é deplorável, mas a verdade é que é uma prática comum e cultural aqui no nosso estado. Muitos cidadãos esperam essa data pra vender o seu voto e é quase uma data comemorativa aonde se ganha um presente.

Mas o que o IBOPE tem com isso? Sem precisar lembrar que na maioria das eleições desde 2014 o IBOPE errou, com exceção de 2016 da Teresa, hoje o modelo usado na pesquisa é a chamada telefônica tornando o resultado ainda mais impreciso e por que não dizer 100% inválido.

Preciso explicar….continuem lendo…

Por que, então, a pesquisa via telefone muda o resultado?

Razão 1:

O comprador de voto precisa checar se o eleitor está realmente com ele e simula pesquisas via telefone pra constatar se a promessa de vender seu voto está realmente de pé. Sendo assim, sempre que chamado por uma pesquisa simulada ou verdadeira via telefone ele vai responder o nome do candidato comprador, mesmo que na prática se saiba a maioria destes eleitores que vendem seus votos não entregam.

Razão 2:

Circulou nos grupos de WhatsApp um documento do conselho federal de estatística – CONFE, que condena a pesquisa eleitoral via telefone por ser impossível garantir, que o eleitor, registrado na base de dados da operadora de celular, como morador deste ou daquele endereço, more realmente aonde registrado. Isto por que as pessoas se mudam e o cadastro é muitas vezes bem antigo, viciando assim, e tornando inválidos os resultados da pesquisa.

http://www.confe.org.br/pesquisa_eleitoral_por_telefone.pdf

O interessante é constatar que em matéria concedida no último dia 15 de setembro de 2020  Márcia Cavallari, CEO do Ibope declarou:

“O Ibope também vê limitações no modelo por telefone. Afirma que “há uma certa dificuldade de acessar por telefone as pessoas de escolaridade e renda mais baixas”. “Se a eleição tiver uma clivagem [separação] social forte, os resultados podem não representar o conjunto de eleitores”, completa Cavallari”

https://noticias.uol.com.br/eleicoes/2020/09/15/como-funcionam-as-pesquisas-eleitorais-e-por-que-sao-confiaveis.htm

Em Roraima o público de baixa renda e baixa escolaridade é maioria. Por qual razão então o IBOPE escolhe usar modelo que ele mesmo não acredita? Seria total falta de respeito do IBOPE com o povo e os destinos políticos de Boa Vista, por ser uma capital pequena? Seja como for é obvio que o resultado não é válido. Se confrontarmos a pesquisa do Ibope via telefone com as demais realizadas presencialmente vemos que em todas a tendência é oposta a declarada no IBOPE.

Se pesquisarmos no Google “Ibope erra” aparecem mais de 7.700 links com conteúdos relatando erros do IBOPE. E se fosse uma geladeira que vocês estivessem pesquisando no google e numa rápida pesquisa aparecessem mais 7.700 links que dizem que a geladeira não funciona. Você compraria a Geladeira?