Os lutadores Caio Trajano e Luís Henrique Barros Melo têm seis anos de idade e uma coleção de medalhas. Juntos os atletas de jiu-jitsu da Escolinha de Esporte da Vila Olímpica Roberto Marinho somam quase 40 medalhas, a maioria de ouro. Os dois prometem acrescentar à coleção novas vitórias no próximo fim de semana, no Campeonato Sul-Americano de Jiu-jitsu, no Rio de Janeiro.

Para fazer bonito no tatame, os atletas treinam diariamente na Vila Olímpica com o técnico Wellynthon Noronha ‘Pirulito’. Caio Trajano quer usar novamente a medalha de ouro novamente. Ele busca a 17ª dourada da carreira em pouco mais de um ano. O atleta vai competir na categoria mirim 1. “Meu sonho é ser campeão mundial”, disse.

O pequeno Luis Henrique vai disputar a categoria pré-mirim 3. Com altura de apenas 53 cm, o atleta é um gigante nas competições. Já são 16 medalhas conquistadas. Na participação no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu, em abril e maio, ele foi vice-campeão em sua categoria. Agora quer o primeiro lugar. “Eu vou lá ganhar a medalha de ouro, vou botar pra ganhar”, comentou.

Segundo o técnico, Wellynthon Noronha, os atletas estão treinando forte, em ritmo de competição e a expectativa é alta. “Os dois atletas são medalhistas nacionais, medalharam no campeonato brasileiro, um ouro e uma prata. Estamos confiantes em trazer mais um resultado positivo para a Escolinha de Esportes e para Roraima”, frisou.

FORMANDO CAMPEÕES

A Escolinha de Esportes da Vila Olímpica é um projeto desenvolvido pela Prefeitura de Boa Vista por meio da Fundação de Educação, Esporte, Turismo e Cultura (Fetec), que incentiva a prática esportiva para a criançada e revela talentos de várias modalidades.

Atualmente são 859 alunos de 3 a 17 anos de idade. Eles são atendidos nas modalidades de judô, jiu-jitsu, vôlei, recreação infantil, futebol, natação, ginástica rítmica.

Por – Roraima em Tempo – Foto – Fernando Teixeira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here