Tudo isso, por alguns cortes de carne

Imagine comprar um quilo de carne por um preço e, no outro dia, esse preço dobrar. Essa é a realidade da hiperinflação que a Venezuela está vivendo, tendo seu dinheiro quase sem valor algum.

Para ilustrar como a crise deixou as coisas caras na Venezuela, o fotógrafo Carlos Garcia Rawlins resolveu fazer imagens com o tanto de dinheiro que era preciso para comprar as coisas mais básicas, como arroz, tomate, macarrão e sabonete. Confiram o resultado e tirem suas próprias conclusões:

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here