CCTI: Mais de 13 mil pessoas têm acesso a novas tecnologias

Mais de 13 mil pessoas têm acesso a novas tecnologias. | Foto: Eduardo Andrade

De acordo com a Prefeitura de Boa Vista, depois de sete meses de inaugurado, o Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação – CCTI, já ofereceu oportunidades para mais de 13 mil pessoas.

 
O CCTI possui um amplo plano pedagógico com objetivo de proporcionar a inclusão digital, possibilitando o acesso à internet através da área de livre acesso à população, além de oferecer cursos de informática e tecnologia.
 
Neste primeiro ano de funcionamento, o CCTI ofertou cursos nas mais variadas linhas de atuação e para várias faixas etárias. Foram oferecidos 16 cursos de iniciação digital, quatro turmas dos Desbravadores Digitais, 24 minicursos do Estalos, entre outros. No total, 58 cursos foram oferecidos e 751 alunos matriculados.
 
Além disso, o CCTI oferece a toda a população, independente da idade ou classe social, a Lan Table, que é uma área de livre acesso à internet com 30 computadores, sendo quatro exclusivos para cadeirantes. O ambiente é climatizado e funciona de forma gratuita. Só nesse espaço, foram cadastrados mais de 12 mil acessos à internet. O público pode utilizar os computadores para estudar ou ter momentos de lazer.
 
No Projeto de Robótica Educacional foram matriculadas 361 crianças. O curso teve duração de cinco meses, onde os estudantes aprenderam a programar protótipos de robôs. O projeto de Robótica foi uma atividade extracurricular totalmente voltada para as crianças da rede municipal de ensino que cursaram o 4º ano. O projeto concluiu 2016 com o Primeiro Torneio Municipal de Robótica, que contou com a participação de 30 equipes.
 
Para o diretor do CCTI, Johnny Pereira, esse foi um ano de muito trabalho e de muitas realizações, ao ver todos os cursos e projetos sendo bem aceitos pela população. “Tentamos sempre oferecer o melhor para a população, nossa equipe trabalha empenhada para incluir o maior número de pessoas no meio digital, esse é nosso propósito. Para 2017, esperamos dar continuidade aos projetos e desenvolver novos planos dentro do CCTI”, ressaltou.
 
Para apoiar o empreendedorismo o CCTI foi parceiro do ciclo do Programa de Pré- aceleração de Startups do Buriti Valley, dando toda a estrutura possível para que as dez startups criadas pudessem amadurecer seu modelo de negócio. O programa apoiou o desenvolvimento de um modelo de gestão facilitado e basicamente tecnológico, com retorno financeiro em menor prazo e com menos investimentos.
 
Entre as startups que tiveram mentorias no CCTI, estão: R3Tech – de material de costrução; My Pet’s – focada em animais estimação; Cia Petite – para restaurantes delivery; APP Contábil Virtual – que faz sistema Contábil; Robot Caregiver; entre outras.
 
Além dos cursos oferecidos, o CCTI foi palco para vários eventos, todos voltados à educação e tecnologia. Sediou o Roraima Game Weekend, sendo este o primeiro evento público realizado no Centro. O local também recebeu eventos do IEL (Instituto Euvaldo Lodi), como o BITERR – Projeto “Bolsas de Inovação Tecnológica de Roraima, entre outros.
 
Foto: Eduardo Andrade

Veja também

Top