Ceia de Natal: Procon Boa Vista dá dicas para compra de alimentos

O natal está chegando! E como ocorre todos os anos, é comum as famílias se organizarem para fazer a melhor ceia de todos os tempos. Para que não haja dificuldades na hora de ir às compras, o Procon Boa Vista elaborou algumas dicas que vão nortear o consumidor.

 
1) Planejamento:
Antes de ir ao supermercado, é bom elaborar o cardápio e fazer uma lista do que necessita comprar. “Esteja ciente do quanto poderá gastar sem prejudicar o orçamento, pois assim você evita compras por impulso e a aquisição de produtos desnecessários. Não se esqueça de verificar se há espaço na sua geladeira/freezer para produtos que precisam de refrigeração”, afirma Sabrina Tricot, coordenadora executiva do Procon Boa Vista.
 
2) Pesquisa de preços:
Sempre que possível, o consumidor deve comparar os preços dos produtos em panfletos, anúncios, encartes publicitários e na internet. Assim, poderá verificar quais preços são mais atrativos e ainda exigir o cumprimento da oferta, no caso de publicidade enganosa. “Observe atentamente os valores registrados no caixa, pois se houver diferença entre o valor anunciado nos panfletos ou nas gôndolas, prevalece o menor”, ressalta Sabrina.
 
3) Prazo de validade:
Não se deve esquecer de verificar sempre os prazos de validade e as recomendações dos fabricantes quanto à conservação e manipulação adequadas dos produtos. Atenção também às condições de higiene do estabelecimento e dos funcionários.
 
4) Produtos da estação:
Uma boa dica para economizar é dar preferência às frutas da época que, geralmente, são mais baratas do que as frutas secas.
 
5) Produtos de origem animal (carnes, leites e derivados):
“Devem apresentar o carimbo do Serviço de Inspeção. Não compre produtos de origem/qualidade duvidosa”, diz Sabrina.
 
6) Embalagem:
É preciso também atenção às condições da embalagem e não comprar produtos com rótulos danificados ou pouco legíveis. O consumidor não deve adquirir produto com lata estufada, amassada ou com pontos de ferrugem, além de vidros com a tampa amassada/enferrujada ou com líquido turvo/espuma, pois a integridade do alimento pode estar comprometida.
 
7) Alimentos a vácuo/embalagens UHT:
Sabrina Tricot também ressalta a importância de se observar a condição em que o alimento é apresentado. “Não compre produtos embalados a vácuo que apresentem bolhas de ar ou líquido ou embalagens UHT se estiverem com lacre violado/tampa aberta/ estufadas/amassadas”.
 
8) Alimentos fracionados:
A dica é comprar tudo o que foi pesado e etiquetado às vistas do consumidor. Evitar adquirir produtos já embalados, que normalmente são mais caros e sem acompanhamento do fracionamento e do processo de embalagem, também é uma boa opção.
 
9) Alimentos refrigerados/congelados:
“Fique atento ao balcão refrigerado, que não deve apresentar poças de água, embalagens transpiradas ou com placas de gelo sobre a superfície”, diz Sabrina.
 
10) Promoções:
Como acontece em qualquer atividade financeira, promoções não devem iludir o consumidor. “Redobre a atenção e confira atentamente a data de validade, pois alguns estabelecimentos costumam fazer promoção de itens que estão próximos de vencer. O prazo de validade de produtos alimentícios com poucos dias para o término da data de validade, comercializados mediante promoção, queima de estoque ou com descontos atrativos, deve ser destacado”.
 
11) Nota fiscal:
A última dica vale para todo tipo de compra: Exija e guarde a nota fiscal, pois ela é o documento que comprova a relação de consumo e garante que os direitos do consumidor sejam cumpridos.
 
Contato
Em caso de dúvida, reclamação ou denúncia, o consumidor pode entrar em contato com o Procon Boa Vista, localizado no Centro de Atendimento ao Cidadão João Firmino Neto (Antigo Terminal do Caimbé) na Avenida dos Imigrantes, 1612, 1 andar, sala 2, telefones 3625-2219, 3625-6201 e pelo e-mail procon@boavista.rr.gov.br.
 
Foto: Reynesson Damasceno
 

Veja também

Top