Dia das Mães: Veja dicas e orientações para a compra do presente

O Dia das Mães, comemorado neste ano no dia 14 de maio, é uma das principais datas comemorativas para o comércio do município de Boa Vista. As lojas ficam lotadas nesse período do ano, principalmente, para quem deixou o presente para a última hora. Para ajudar o consumidor nas compras, o Procon Boa Vista preparou algumas dicas e orientações para os consumidores boavistenses.

 
O primeiro passo é avaliar o perfil da mãe que se quer presentear e listar as opções adequadas de possíveis presentes. Em seguida, é preciso definir o quanto se pretende gastar e pesquisar preços, tanto à vista como a prazo, e os juros embutidos no caso de parcelamento, para não comprometer o orçamento. Essas regras valem para compras em lojas convencionais e realizadas pela internet. Na escolha do presente, o consumidor deve estar atento a alguns aspectos do produto.
 
– Peças de vestuário, devem ter etiqueta com identificação do tamanho, composição do tecido e instruções de lavagem. Na compra de roupas e calçados, o consumidor deve se informar sobre a possibilidade de troca em razão de tamanho, cor e modelo, fazendo constar na nota fiscal ou na etiqueta da peça o prazo estipulado, uma vez que o Código de Defesa do Consumidor não obriga a troca do produto em caso de não apresentar defeito.
 
– Produtos ou serviços devem apresentar seus preços de forma clara e ostensiva. O preço total à vista e os valores em parcelas deverão estar informados.
 
– Produtos Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos – Posso testar o produto que estou comprando? O consumidor tem direito de obter informações sobre os produtos que está comprando. Na compra de eletroeletrônicos, por exemplo, o cliente pode pedir para testar o bom funcionamento do produto. Peça uma demonstração ao funcionário da loja.
 
Observe se a voltagem é compatível (110 ou 220 V) e dê preferência aos produtos mais econômicos indicados pelo selo PROCEL que sempre deve acompanhar os equipamentos eletrônicos. Mas, antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços, como também a qualidade do produto e as reais necessidades da pessoa que será presenteada.
 
Estes produtos devem vir acompanhados de manual de instrução, endereço da rede de assistência técnica autorizada e, em caso de haver garantia contratual, o termo de garantia datado e assinado pela loja. Exija discriminação correta do produto no pedido ou nota fiscal, bem como condições de pagamento, data de entrega, instalação, valor do frete (se houver) etc. Se o vendedor oferecer garantia estendida, pense bem antes de aceitar.
 
– Troca do Produto – O lojista não é obrigado a trocar o produto se ele não apresentar defeito e estiver em perfeitas condições de uso. Se o presente não agradou, não serviu ou não era bem da cor esperada, o jeito é contar com a boa vontade do comerciante ou verificar a política de troca da loja antes da compra.
 
– Produto com Defeito – Deu defeito. Em quanto tempo posso reclamar? Em caso de bens duráveis como eletrodomésticos, brinquedos, livros e carros, por exemplo, você tem 90 dias a partir da data de início da utilização do produto para reclamar. Para os bens não duráveis como alimentos, roupas, o prazo é de 30 dias.
 
– Assistência Técnica – Não tem assistência técnica na minha cidade. E agora? Se o consumidor tiver que encaminhar o produto para a assistência técnica em outra cidade, o custo pelo envio e retorno do produto é do fornecedor, independente do produto. Se o produto voltar a apresentar o mesmo problema, o consumidor tem o direito receber um novo aparelho no lugar do defeituoso ou a devolução do valor pago por ele.
 
– Produto recebido fora do prazo – Comprei e não recebi no prazo esperado. O que fazer? Se o prazo de entrega não for cumprido, é possível pedir o dinheiro de volta à empresa e até acionar o lojista por dano moral, pela frustração da expectativa e pelo constrangimento do presente não ter chegado a tempo. O produto deverá ser enviado à loja, com documentos que comprovem a data do recebimento da mercadoria acompanhada de uma carta/email que explique o motivo da devolução.
 
– Compras pela Internet – Comprou seu presente pela internet, por catálogos, por telefone, ou por qualquer outro meio fora da loja e não gostou ou se arrependeu? O consumidor tem 7 (sete) dias após o recebimento do produto para desistir da compra sem apresentar motivos. É o que se chama de “Direito de Arrependimento”. A desistência deve ser feita por escrito, e, se já tiver recebido o produto, deverá devolvê-lo. O consumidor também tem o direito à restituição integral de qualquer valor que tenha sido pago, inclusive o frete. Se ele pagou com cartão, o estorno deverá ser feito na próxima fatura.
 
– Presente importado – Comprou um presente importado e teve problemas com o produto? Produtos importados adquiridos no Brasil seguem as mesmas regras dos nacionais. Portanto, em caso de problema, o consumidor pode procurar a loja ou a importadora.
 
Computadores e notebooks – Ao comprar computadores, é aconselhável estar informado sobre as marcas, modelos, componentes e programas utilizados. É importante avaliar o uso que será dado à máquina, pois muitas vezes os recursos dos modelos mais avançados e caros não são necessários ao uso (informal, doméstico) que será dado ao produto.
 
Celular – O aparelho deve ser sempre adquirido em lojas autorizadas. O produto deve estar lacrado e dentro da embalagem original. Na questão serviços, avalie quais as necessidades de sua mãe se pré-pago ou pós-pago, assim como os pacotes de serviços oferecidos pelas operadoras. Fique atento às promoções, muitas delas oferecem a troca ou a compra de um aparelho de celular, geralmente bem mais em conta, mas vinculada a um pacote de serviços com contrato de fidelização.
 
Cesta de café da manhã – Informe-se previamente sobre o número de itens que a cesta contém tipo de produtos, marcas, acessórios, enfeites e ainda se estão incluídos outros artigos, tais como jornais, revistas e flores. Pondere todos estes itens e seu respectivo custo numa pesquisa comparativa. Solicite confirmação da entrega e exija a nota fiscal ou recibo do serviço.
 
Flores – Um dos presentes mais tradicionais para o Dia das Mães são as flores. A loja ou banca de flores deve expor, em local visível, uma tabela de preços completa. Arranjos especiais devem ser negociados previamente.
 
Segundo a Secretária Executiva do Procon Boa Vista, Sabrina Tricot, o consumidor deve evitar fazer compras por impulso e pesquisar o melhor preço do presente. “É importante o consumidor ter atitudes prudentes na hora da compra do presente para a sua mãe, com intuito de evitar problemas futuros. Nesse momento de crise financeira, é prudente observar o orçamento, para não comprometer outras despesas”, disse.
 
Defesa do Consumidor
Nas compras feitas fora do estabelecimento comercial (por telefone, em domicilio, telemarketing, catálogos, Internet etc.) exija o comprovante da data de entrega que foi combinado. O prazo de desistência da compra, nesses casos, é de sete dias de sua confirmação ou do recebimento do produto. No ato da entrega, o consumidor só deverá assinar o documento de recebimento do produto após examinar o estado da mercadoria. Seja qual for a escolha, a nota fiscal deve ser exigida. É um documento importante no caso de eventual utilização da garantia.
 
Foto: Reprodução/Internet

Veja também

Top