Saúde: Vacina contra gripe é eficaz e não causa doenças

Saúde: Vacina contra gripe é eficaz e não causa doenças. | Foto: Divulgação

A vacina contra gripe é indicada para todas as pessoas após os seis meses de idade, porém, de acordo com a orientação da Organização Mundial da Saúde – OMS, pessoas dos grupos com maior vulnerabilidade para complicações e mortes devido à gripe têm prioridade.

 
Estima-se que a influenza acomete de 5% a 10% dos adultos e de 20% a 30% das crianças, causando de 3 a 5 milhões de casos graves e 250.000 a 500.000 mortes todos os anos, no mundo.
 
Alguns mitos relacionados à vacina contra gripe têm levado muitas pessoas a não procurarem as unidades básicas de saúde para a imunização devida. A enfermeira Érika Carvalho, superintendente da Atenção Básica municipal e especialista em curso de monitoramento em sala de vacina, esclarece que a vacina é segura e não causa “gripe” como se ouve falar erroneamente.
 
“As pessoas deixam de se imunizar porque acham que a vacina pode causar a própria gripe e não é verdade. A vacina imuniza contra as formas graves de gripe provocada pelos vírus H1N1, H3N2 e Influenza B e não contra resfriados, e há uma grande diferença aí”.
 
A vacina contra gripe é composta por cópias de vírus inativados que não podem se reproduzir nas pessoas vacinadas, mas podem produzir uma resposta imunológica protetora no organismo humano, que protege contra complicações relacionadas à doença.
 
Dependendo da condição imunológica do individuo, a vacina previne aproximadamente 30% dos casos fatais e não fatais em idosos, independentemente do tipo de vírus, 40% dos casos de síndrome gripal e de 50 a 70% das mortes em que o vírus influenza foi identificado em laboratório.
 
“A vacina contra influenza, mesmo quando a eficácia é reduzida, pode impedir milhares de internações. Existem evidências de que reduz em pelo menos dois dias o tempo de hospitalização, um benefício substancial tanto do ponto de vista individual, como para a sociedade”, explica Érika.
 
Vacina disponível
A vacina contra a gripe está disponível em todas as unidades da rede municipal de saúde. A campanha para imunizar os grupos prioritários tem registrado pouca procura. Uma das justificativas da população são os mitos relacionados a vacina.
 
A prefeitura alerta a população que procure as unidades para se imunizar, caso haja alguma dúvida, procure um médico ou um profissional de saúde, no local. A campanha contra gripe vai até o dia 26 e até o momento 22.520 doses já foram administradas.
 
A meta em Boa Vista é vacinar 90% de cada grupo prioritário. De acordo com dados registrados, a cobertura total de todos os grupos é de 34,36% e o grupo com percentual de cobertura mais baixo até o momento é o de crianças, com 24%.
 
Fazem parte dos grupos prioritários idosos a partir de 60 anos, cardiopatas, indivíduos com problemas pulmonares, diabéticos, indivíduos com AIDS, renais crônicos, gestantes em qualquer período gestacional, profissionais de saúde e educação e contactantes com indivíduos de risco, para que estes não sejam transmissores da doença para seus familiares.
 
Gripe
A gripe é causada pelo vírus da Influenza e provocam febre alta, dores pelo corpo que, freqüentemente deixam o indivíduo acamado. A recuperação completa pode durar até uma semana e pode complicar com pneumonia e até matar, em alguns casos.
 
Resfriado
Já o resfriado é causado por diversos outros tipos de vírus, tem sintomas parecidos, porém muito mais suaves e com menor duração. Pode causar tosse, dor de garganta, dor no corpo e coriza.
 

Veja também

Top