Agricultores participam de dia de campo sobre feijão

Cerca de 30 agricultores familiares do Projeto de Assentamento Nova Amazônia – Murupú, participou na manhã desta quarta-feira (13), de um dia de Campo promovido pela Prefeitura de Boa Vista por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas – SMAI.

 
Ação aconteceu em uma área coletiva, destinada a ser utilizada como campo experimental para transferência de tecnologias aplicadas às lavouras, que no dia de hoje foi com a cultura de feijão caupi. Os produtores acompanharam e puderam conhecer todos os processos desde a preparação do solo até o estágio atual da leguminosa. Receberam dicas de como identificar possíveis pragas e contê-las preventivamente bem como saber se a planta está se desenvolvendo como deve.
 
A Equipe recebeu também Ademir Schirmer Nunes, sócio-proprietário da Empresa Drakkar e Semear que falou sobre a importância de se realizar a análise do solo antes de se iniciar a preparação do solo e a implantação das culturas, bem como as estratégias para coletar o material.
 
O engenheiro agrônomo Fábio Guths destacou que os dias de campo são de grande valia para que os produtores conheçam na prática todas as etapas pelas quais a planta passa no seu desenvolvimento. “Nós buscamos mostrar todos os processos empregados e as transformações tanto positivas quanto negativas pelo qual a planta passa para que se tenha uma boa produtividade”, frisou.
 
A Agricultora Dina Lima, domiciliada no P.A Nova Amazônia há 13 anos avalia como positivo o primeiro dia de campo realizado no local. “Nós conhecemos o processo de forma simples, e essa aula é transmissão de conhecimentos e tecnologias vêm para agregar valor além de incentivar nós produtores a buscar a melhoria das nossas lavouras”, disse.
 
“Hoje vários agricultores saíram desse dia de campo ricos em conhecimento, o que é muito importante para a agricultura em Roraima, que necessita de tecnologia. Nós sabemos como fazer e agregando os fatores tecnológicos ajuda muito mais”, enfatizou o agricultor Elizoneto Cardoso de Macedo, morador do P.A há 14 anos.
 
O Secretário Marlon Buss participou do evento e disse que foi muito agradável ver na lavoura experimental, características positivas que demonstram que a tecnologia é necessária. “São tecnologias que já são aplicadas em outros lugares e que poderá garantir que os produtores consigam melhorar a produtividade aumentando a qualidade, aplicando os conhecimentos e informações recebidas. Tudo o que houver de melhor em termos de tecnologia para agricultura a SMAI trará para os produtores para que possam desenvolver seus trabalhos de forma eficiente.”, concluiu.
 
Próxima Ação
Na próxima quarta-feira (20), a Comunidade Darôra, no baixo São Marcos receberá o Dia de Campo às 8h. A ação também abordará transferência de tecnologias aplicadas as lavouras de feijão caupi.
Foto: Jackson Souza/PMBV

Veja também

Top