Fazer o próprio brinquedo pode tornar o Dia das Crianças mais divertido para os pequenos

Qual o melhor presente para o dia das crianças? Se você pensou em brinquedos caros, aparelhos eletrônicos ou roupas, saiba que tornar esse dia especial para seu filho pode ser bem mais barato e divertido, só vai custar um pouquinho de tempo e alguns materiais fáceis de encontrar, como caixas de papelão, tinta guache, latas de leite.

 
Na Universidade do Bebê, do programa Família que Acolhe, pais, mães e crianças colocam a mão na massa e aprendem a produzir seus próprios brinquedos. Juntos, eles confeccionam carrinhos de caixa de papelão, transformam latas de leite em personagens de desenho e dão asas à imaginação. A brincadeira não deve parar por aqui, muitos pais pretendem repetir a atividade em casa, no dia das crianças.
 

Fazer o próprio brinquedo pode tornar o Dia das Crianças mais divertido para os pequenos. | Foto: Jackson Souza


 
A atividade é um estimulo para que as crianças desenvolvam a criatividade, explorem as cores, formas e texturas do objeto que estão construindo. Mas, o principal ganho, segundo a psicóloga Jheime Veras, é o momento de interação que elas têm com os pais. “Quando os pais tiram um momento para produzir um brinquedo com as crianças, eles estão construindo memórias que vão ficar pra sempre na vida delas. A criança vai se envolver e vai ser algo mais sentimental para ela”, disse.
 
Felicidade, é como a Larissa Reis define o momento de brincadeiras que tem com a filha Luiza, 2 anos. Enquanto pintam a caixa, que mais tarde se transformará em um carrinho de brinquedo, as duas conversam, se ajudam e se divertem. A estudante pretende repetir a atividade no dia das crianças, um presente para a pequena Luiza e para ela também. “Fazer esse brinquedo é muito mais importante do que comprar um caro, porque nesse momento, eu crio um vínculo com minha filha. Isso facilita o amor e a convivência do dia a dia. É inexplicável”, contou.
 
Se brincar é importante para a filha, então é prioridade para o gari Deusiran José Sousa de Lima, 43 anos. Ele é pai da Vitória, 2 anos, e se dedica inteiramente às atividades que a pequena participa. Na confecção do brinquedo, ele ajuda a segurar o pincel, escolhe a tinta, dá dicas para a Vitória sobre como pintar a caixa e sabe a importância de estar com a filha. “Brincar é fundamental, porque ajuda o desenvolvimento da criança. Eu incentivo, gosto de brincar, acompanhar o crescimento da minha filha. Se ela está feliz, eu também estou”, disse.
 

Fazer o próprio brinquedo pode tornar o Dia das Crianças mais divertido para os pequenos. | Foto: Jackson Souza


 
A brincadeira é tão importante para o desenvolvimento emocional e cognitivo da criança que é uma das temáticas abordadas na Universidade do Bebê. Segundo a coordenadora do programa Família que Acolhe, Elaine Florencio, a atividade, que antes atendia gestantes e crianças até os dois anos, foi ampliada para incluir as crianças de dois a três anos de idade. Uma das principais oficinas para essa faixa etária mostra justamente a contribuição das brincadeiras para o relacionamento de pais e filhos e para o desenvolvimento da criatividade dos pequenos.
 
“É uma fase mais pedagógica, mais lúdica. A intenção é que os pais repitam essas brincadeiras em casa com as crianças, construam os brinquedos juntos. É comprovado cientificamente que os batimentos cardíacos da criança ficam mais acelerados quando elas praticam atividade junto com os pais, porque elas se sentem mais felizes, mais emocionadas, mais confiantes e têm mais prazer em desempenhar essa atividade. A criança se desenvolve de forma mais saudável e mais plena”, explicou.
 
Para a psicóloga Jheime Veras, os pais estão liberados para presentear os filhos com brinquedos, mas ela ressalta que no dia das crianças, assim como em todos os outros dias, eles podem dá um presente mais valioso: o tempo. “Esse momento com o pai, com a mãe se torna algo importante pra toda a vida da criança. Não tem dinheiro que possa pagar o tempo que você dedica ao seu filho”, concluiu.
 

Veja também

Top