Procon Boa Vista disponibiliza acesso ao Código de Defesa do Consumidor em Braille

Os consumidores com deficiência visual poderão consultar o Código de Defesa do Consumidor (CDC), em Braille, na sede do Procon Boa Vista. A novidade já está disponível. A publicação contribui para a qualidade do atendimento a esse tipo de público, e ao permitir a leitura por meio do tato orienta o cidadão com deficiência sobre os procedimentos que devem ser adotados nas relações irregulares de consumo.

 
A consulta pode ser feita, diariamente, das 8h às 17 horas no setor de atendimento do órgão, localizado no Centro de Atendimento ao Cidadão João Firmino Neto – Terminal do Caimbé – Avenida dos Imigrantes, n.º 1612/Buritis – sala 02, em horário comercial.
 
“Ao disponibilizar o código do consumidor em Braille, o Procon Boa Vista proporciona a inclusão social dos deficientes visuais na proteção e defesa dos direitos do consumidor. A intenção é facilitar a consulta a legislação a fim de que entendam seus direitos garantidos pelo CDC “, disse a Secretária Executiva do Procon Boa Vista, Sabrina Tricot.
 
A consulta ao CDC em Braille integra a pessoa com deficiência ao meio social, e permite acesso as normas relacionadas ao Direito do Consumidor e suas relações de consumo. “O Procon Boa Vista adotou esse sistema no atendimento do órgão para atender às necessidades e interesses educacionais e culturais das pessoas com deficiência visual”, enfatizou Sabrina Tricot.
 
Sistema Braille
O sistema Braille surgiu na Real dos Jovens Cegos, Instituição criada por Valentin Haüy em 1819, em Paris. No local, o sistema de leitura para cegos consistia apenas em arrastar o dedo ao longo de letras em relevo. No entanto, a leitura era dolorosamente lenta e difícil de discernir pelo toque entre letras relativamente complexas do alfabeto. Por isso, muitas pessoas tinham dificuldade em dominar o sistema de letras em relevo.
 
Por meio de Louis Braille, o ensino para cegos foi aperfeiçoado no século XIX, para educar e também como preparação profissional. A primeira versão do sistema de escrita e leitura por meio de pontos em relevo, utilizada pelo deficiente visual, foi apresentada por Braille em 1825.
 

Veja também

Top