Torneio de tiro e exposição encerram programação alusiva ao dia da Guarda Municipal

O primeiro Torneio de Tiro Prático da Guarda Civil Municipal realizado neste sábado, 14, no Distrito Industrial, foi a chance dos agentes aperfeiçoarem as técnicas adquiridas na Capacitação Técnica para Manuseio de Arma de Fogo de Repetição e Semiautomática. A competição promovida pela instituição em homenagem ao dia da Guarda Municipal, comemorado no último dia 10, também teve a participação de equipes das polícias Militar e Civil, Base Aérea, Corpo de Bombeiros, agentes penitenciários e do Clube de Tiro Guilherme Paraense.

 

Torneio de tiro e exposição encerram programação alusiva ao dia da Guarda Municipal. | Foto: Eduardo Andrade


 
“A ideia do torneio é que a Guarda Municipal possa interagir com outras forças de segurança. O objetivo também é fazer o guarda municipal praticar. Nós estamos finalizando a quarta turma do curso de capacitação técnica para o manuseio de arma de fogo e esses agentes estão tendo a oportunidade de colocar em prática as técnicas adquiridas durante o curso”, explicou o GCM Paulo Henrique Torres Lima, coordenador do torneio.
 
Os atiradores disputaram o torneio em duas categorias: por equipe e individual. As provas consistiam acertar com maior precisão e em menor tempo os alvos posicionados em um circuito. Os competidores usaram espingarda calibre 12 e pistolas na execução das provas.
 
Na categoria equipe, a primeira colocação ficou com a equipe 2 do Clube de Tiro Guilherme Paraense, seguida da Polícia Militar e equipe 1 do Clube de Tiro Guilherme Paraense. No individual, Severino Filho ficou na primeira colocação, Marcelo Ventura na segunda e Anderson Oliveira na terceira posição.
 
Para o GCM Walter Hugo Rocha, mesmo sem subir ao pódio, a experiência foi importante para o trabalho desenvolvido pela Guarda Municipal. “Nosso objetivo não era chegar em primeiro lugar e sim reforçar o treinamento. Nós almejamos por muitos anos que a Guarda Municipal fosse armada, e agora que conseguimos, a gente tem o dever de treinar duro, inclusive em uma competição recreativa como este torneio, para dar à população um atendimento de excelência”, comentou.
 
A Guarda Civil Municipal está finalizando o treinamento da quarta turma do curso de Capacitação Técnica para Manuseio de Arma de Fogo de Repetição e Semiautomática. As quatro turmas formaram 152 guardas municipais para utilização de revólver 38, pistola 380 e espingarda calibre 20.
 
Exposição no Roraima Garden Shopping
Como parte da programação do dia da Guarda Municipal, os visitantes do Roraima Garden Shopping puderam conhecer um pouco mais da história da Guarda Civil Municipal de Boa Vista e conferir os equipamentos utilizados pelos agentes na proteção do patrimônio público e nas ações de segurança.
 
Quem visitou a exposição tirou dúvidas sobre as armas de fogo e de choque, granadas de efeito moral, sinalizadores, equipamentos individual de segurança da Guarda e da Defesa Civil e também sobre a atuação da instituição que foi implantada há 27 anos em Boa Vista.
 
“Eles [guardas municipais] estão ali para resguardar o patrimônio público, mas também para defender a sociedade. Então, é importante que as pessoas saibam que podem contar com eles. Eu me sinto mais seguro sabendo que posso contar com a Guarda. Estou conhecendo também o trabalho da Defesa Civil que presta auxilio à comunidade, em casos de desastres, como as enchentes, por exemplo”, comentou Celso Lima, 30 anos, professor de música.
 
O efetivo atual da Guarda Civil é de 366 homens e mulheres, dispostos entre os diversos agrupamentos, como Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Grupo Tático Municipal (Gtam), Ciclopatrulha e Defesa Civil. A instituição dispõe para atuar na segurança da população de 26 viaturas, 18 motocicletas, 01 micro-ônibus de monitoramento e 25 bicicletas (para a Ciclopatrulha), coletes à prova de balas, rádios digitais e pistolas taser Spark (menos letais).
 
O objetivo, segundo o superintendente da Guarda Civil Municipal, Murilo Santos, é aproximar cada vez mais a Guarda Municipal da população e mostrar o trabalho desenvolvido pela instituição em Boa Vista. “A Guarda está bem estruturada, nós conseguimos a liberação para uso de arma de fogo e estamos capacitando os agentes. Hoje temos 152 guardas habilitados para o uso de arma de fogo. Nossa principal função é proteger o patrimônio público e isso inclui proteger as pessoas que estão nesses locais [praças, parques, etc]. Nós também damos apoio a outras forças policiais em ações preventivas. O nosso objetivo é levar o trabalho da Guarda ao conhecimento da população”, explicou.
 
Foto Destaque: Eduardo Andrade

Veja também

Top