Teresa Surita apresenta FQA em evento em Nova Iorque

Teresa Surita apresenta FQA em evento em Nova Iorque. | Foto: Divulgação

A prefeita de Boa Vista, Teresa Surita participou nessa quarta-feira (30) e quinta-feira (1º) de mesas redondas durante o encontro do Pacto Global para o Desenvolvimento da Primeira Infância, na New York Academy of Sciences, nos Estados Unidos. Na ocasião, foram apresentados os resultados do programa Família que Acolhe na capital de Roraima. Boa Vista foi a única representante do Brasil convidada a participar dos debates com cidades dos Estados Unidos, Inglaterra, Colômbia, Filipinas, Romênia e Alemanha.

 
Os temas foram debatidos como forma de troca de experiência entre os países. Dentre os assuntos tratados estiveram: pré-natal, visitas domiciliares, dificuldades nos ambientes familiares, como entrar nas casas e conseguir mudar comportamentos, creches, criação e articulação de políticas públicas, capacidade e força de trabalho no desenvolvimento da primeira infância, financiamento de programas na primeira infância, engajamentos de famílias e comunidades e alcance de crianças excluídas e com necessidades especiais.
 
“É um orgulho muito grande poder estar na Academia de Ciências de Nova Iorque falando sobre o Família Que Acolhe. Estamos mostrando nossa experiência, aprendendo e discutindo sobre a primeira infância para que a gente possa levar um trabalho ainda melhor para nossa Boa Vista. Tenho muito orgulho da minha equipe, de ter sido convidada para esse momento. Nossa cidade merece”, disse a prefeita.
 

Teresa Surita apresenta FQA em evento em Nova Iorque. | Foto: Divulgação

Teresa Surita apresenta FQA em evento em Nova Iorque. | Foto: Divulgação


 
Os temas das discussões, ainda conforme a prefeita, foram todos voltados para as experiências de cada cidade para que possamos pôr em prática ações que realmente dão certo. “Hoje participamos de mesas de discussão por temas específicos, onde foram colocados os conhecimentos de cada região do mundo a respeito da primeira infância, as expectativas e os caminhos para se alcançar os nossos propósitos”, completou.
 
O presidente da New York Academy of Sciences, Ellis Rubinstein, destacou que Teresa Surita é uma prefeita engajada no desenvolvimento da primeira infância. “Só teremos um mundo melhor se cuidarmos das grávidas, das crianças, dos vínculos familiares e de seus ambientes, sejam em casa ou fora delas”, afirmou.
 
Ao final do encontro, cada país presente será disseminador de boas práticas para o desenvolvimento infantil em suas regiões, com redes pela Primeira Infância.
 
Rede Família que Acolhe
Ao tornar a primeira infância uma prioridade no município, a Prefeitura de Boa Vista chamou a atenção do mundo para essa temática por meio do programa Família Que Acolhe. Depois do reconhecimento de instituições nacionais e internacionais especialistas em primeira infância, a Academia de Ciências de Nova Iorque firmou parceria com a prefeitura para estudar os impactos do FQA na vida das crianças da capital.
 
O Família Que Acolhe, criado em 2013, é uma política pública integrada para a primeira infância, garantindo o acesso à saúde, educação e desenvolvimento social de maneira integrada.
 
Atualmente o FQA atende 7.720 beneficiários, destes 840 gestantes e 5 homens. Mães e pais que participam do FQA e da Universidade do Bebê garantem vaga para seus filhos entre 2 e 4 anos nas Casas Mães – creche diferenciada da Prefeitura de Boa Vista. São prioridade no atendimento filhos de mães de baixa renda, adolescentes, gestantes participantes do Bolsa Família, reeducandas gestantes do sistema penitenciário, famílias que recebem o Bolsa Família, cadastradas no CadÚnico e em vulnerabilidade social, que sejam identificadas pela Secretaria Municipal de Gestão Social.
 
Além dos cuidados profissionais, orientações e serviços oferecidos, também recebem enxoval, vale transporte e saem de lá com a proposta de um novo conceito sobre o cuidar.
 

Veja também

Top