Início Site Página 2

Escola do Governo do Estado divulga data errada de matrícula e causa revolta dos pais

Alguns deles relataram que estavam esperando pela vaga desde as 04h da manhã desta terça-feira, 13

Pais de alunos da escola Estadual Lobo d’Almada ficaram revoltados e cobraram explicações da diretoria da unidade por conta de uma informação que foi repassada errada sobre a matrícula dos estudantes. Eles desejavam matricular seus filhos no colégio e alguns deles estavam esperando pela vaga desde as 04h da manhã desta terça-feira, 13.

De acordo com informações repassadas a Folha BV, a diretora da escola divulgou um informativo das matrículas no mural da escola, informando que a unidade iria disponibilizar vagas para a 1ª série do Ensino Médio Regular nos dias 13 a 15 de abril. Ao chegar a data marcada, os pais foram informados que a data que foi repassada seria para a inscrição de vagas das escolas militarizadas da Rede Estadual.

Ana Guilhermina, que estava na fila para pegar senha para matricular seus dois filhos, relatou que a informação seria das entregas das senhas para concorrer às vagas ofertadas pela escola. “A gente está aqui desde as quatro horas da manhã esperando, a diretora da escola não esclareceu nada para gente e nem deu uma garantia para nós que estamos enfrentando essa fila há horas” relatou Ana.

O titular da Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed), Semaias Alexandre, foi acionado esclareceu que houve um erro na divulgação das datas de matrículas na escola Estadual Lobo d’Almada. “O que aconteceu aqui foi um equívoco nas datas, a diretora do colégio publicou uma data errada. A data que foi publicada seria para inscrições do sorteio de vagas das escolas Militarizadas da Rede Estadual”, explicou.

Disse ainda que as matrículas da Escola Estadual Lobo d’Almada também vai ocorrer em formato de sorteio. “Até quinta-feira vai sair o edital com a quantidade de vagas e as séries que serão ofertadas nas escolas não militarizadas’’, frisou o adjunto.

Seed disponibiliza 2.100 vagas para escolas militarizadas

A Secretaria de Educação e Desporto publicou ainda nesta terça-feira, 13, que vão ser disponibilizadas 2.100 vagas para as escolas militarizadas da Rede Estadual, para as séries do 6° ano do ensino fundamental e para o 1° ano do ensino médio.

Para o ingresso no 6º ano do Ensino Fundamental serão ofertadas 1.685 vagas em nove colégios da Capital e para a 1ª série do Ensino Médio vão ser 415 vagas em quatro colégios também em Boa Vista, incluindo ainda as vagas destinadas às PCD (Pessoas com Deficiência).

A inscrição inicia nesta terça-feira, dia 13 e vai até o dia 16 de abril, por meio dos endereços: https://sites.google.com/educacao.rr.gov.br/colegiomilitarizado e https://is.gd/colegiosmilitarizadosrr.

O sorteio das vagas será de forma online no dia 22 de abril a partir das 16h pelas redes sociais da Seed @SeedRoraima (Facebook e Instagram) e pelo canal da Polícia Militar de Roraima no Youtube (PMRR TV). O resultado será publicado no site https://sites.google.com/educacao.rr.gov.br/ensinomilitarizado e nos murais dos Colégios Militarizados da Rede Estadual. As matrículas ocorrerão do dia 26 a 29 de abril. Para mais informações acesse o edital disponível no Diário Oficial do Estado (DOERR).

Informações: Folha de Boa Vista

Prefeitura envia projeto para aumentar vagas e valores das bolsas dos projetos sociais

A iniciativa vai beneficiar mais de 1.800 pessoas atendidas pelos projetos sociais da prefeitura. — Foto: PMBV

Como forma de valorizar ainda mais os integrantes dos projetos sociais da capital Boa Vista, o prefeito Arthur Henrique criou um projeto de Lei que reajusta os valores das bolsas e amplia o número de vagas para atender mais pessoas interessadas. A iniciativa vai beneficiar mais de 1.800 crianças, adolescentes, jovens e idosos que hoje integram os projetos Crescer, ArtCanto, Cabelos de Prata, Dedo Verde e Rumo Certo.

“Estamos reforçando o legado social deixado pela ex-prefeita Teresa Surita. Esses projetos estavam parados e em 2013 ela trouxe de volta dando oportunidades a inúmeros integrantes. Estamos dando continuidade a esse trabalho. Reajustar os valores estava no plano de governo, e diante do que estamos vivendo com a pandemia, essa medida vai ajudar muitas famílias”, disse o prefeito Arthur Henrique.

O Projeto de Lei foi entregue aos vereadores de Boa Vista, que se comprometeram em avaliar a iniciativa que beneficia a população. Os projetos sociais da Prefeitura de Boa Vista têm mudado a vida das pessoas. São programas que atendem crianças, idosos e jovens levando qualidade de vida e oportunidade para ingressar no mercado de trabalho.

Nos projetos da prefeitura, os integrantes desenvolvem diversas atividades. E em muitos deles, aprendem uma profissão para ingressar no mercado de trabalho — Foto: PMBV

Conheça os reajustes e os projetos sociais do município

Cabelos de Prata: Aumenta de 750 para 1500 vagas. O valor da bolsa de R$ 180, sobe para R$ 300.

O projeto tem suas ações voltadas às pessoas acima de 60 anos. Seu foco é contribuir no processo de envelhecimento saudável, no desenvolvimento da autonomia, no fortalecimento dos vínculos familiares, do convívio comunitário e na prevenção de risco social. Hoje 1.024 idosos vivenciam, de forma remota, experimentações artísticas, culturais, esportivas e de lazer.

ArtCanto: Aumenta de 350 para 500 vagas. A bolsa de R$ 180, aumenta para R$ 230.

O projeto promove a educação com acompanhamento social, pedagógico e musical para crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos. O Projeto ensina a prática do canto coral infantojuvenil, música popular brasileira, erudita e regional a 150 integrantes.

Os projetos garantem oportunidades de futuro e qualidade de vida para crianças, jovens e adultos. — Foto: PMBV

Dedo Verde: Aumenta o valor da bolsa aumenta de R$ 180 para R$ 230 – permanece a mesma quantidade de vagas (500);

Tem suas ações focadas na proteção social com ações educativas e ambientais, de saúde e atividades recreativas. Os 187 integrantes são agentes ambientais e têm entre 14 e 17 anos. Nas oficinas aprendem sobre produção de mudas frutíferas, medicinais, ornamentais, paisagismo, jardins, hortas urbanas e compostagem.

Projeto Crescer: O valor da bolsa aumenta de R$180 para R$230 – permanece mesma quantidade de vagas (900);

No projeto os jovens ocupam o tempo livre em oficinas profissionalizantes e atividades de geração de renda, culturais, esportivas e de lazer. Neste período de pandemia estão se qualificando em cursos à distância. São atendidos em torno de 350 adolescentes e jovens com idade entre 15 e 21 anos.

Rumo Certo: bolsa aumenta de R$ 210 para R$ 500 – permanece mesma quantidade de vagas (500).

Os jovens exercem suas atividades de estágio em áreas administrativas de oito órgãos públicos, instituições conveniadas e nas secretarias municipais. Hoje são 138 adolescentes de 15 a 17 anos que passam por uma formação educacional e preparação para o mercado de trabalho.

ALERTA: Nível do Rio Branco dobrou após fortes chuvas

No dia 07 de abril o rio estava com 2,53m, com as recentes chuvas o nível do rio se encontrava com 5,51m nesta manhã de terça-feira (13) - Foto: Nilzete Franco

Em uma semana de chuva no estado de Roraima, o rio Branco está o dobro acima da média. Segundo o site da Companhia de Água e Esgoto de Roraima (Caer), o nível médio do Rio Branco em Boa Vista é de 2,39 metros.

No dia 07 de abril o rio estava com 2,53m, com as recentes chuvas o nível do rio se encontrava com 5,51m nesta manhã de terça-feira (13). Já em Caracaraí, o rio tem nível médio de 3,06m e está com 6,12m.

Ainda, conforme a Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh), a chuva da noite dessa segunda-feira, 12, de 22h45 às 23h, registrou cerca de 12,40 milímetros. Com isso, em menos de 15 dias o estado já registrou mais de 195mm de chuva, conforme a Caer.

DESCARGAS ELÉTRICAS – Nas redes sociais a população da capital compartilhou sobre a forte chuva de ontem. “Rapaz, eu pensei que a qualquer hora ia cair um raio aqui no meu telhado”, disse uma internauta.

De acordo com o meteorologista da Femarh, Ramon Alves, com as chuvas fortes é previsível que haja descargas elétricas, mas que na próxima semana as precipitações devem diminuir.

“Estamos no período chuvoso, então a qualquer momento essas chuvas fortes podem ocorrer. Essa próxima semana a tendência é que a intensidade de chuvas diminua. Não é que vai parar, mas ela vai dar uma amenizada em comparação com as chuvas dos últimos dias”, disse.

Segundo o Grupo de Eletricidade Elétrica Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Elat/Inpe), ontem foi registrado um raio nas proximidades do Parque Nacional do Viruá, em Caracaraí.

Informações: FolhaBV

Na educação, a prefeitura deu continuidade ao ano letivo 2020, lançou o Aprendendo em Casa na TV e reforçou o apoio aos alunos das áreas rurais

Em tempos de pandemia, o município encarou o desafio de fortalecer o ensino à distância para a conclusão do Ano Letivo 2020

No último sábado, 10, o prefeito de Boa Vista Arthur Henrique celebrou seus primeiros 100 dias à frente da prefeitura da capital, uma gestão que vem dando continuidade ao trabalho da ex-prefeita Teresa Surita e ampliando serviços e benefícios onde precisa chegar. Uma das áreas que vem recebendo atenção especial é a Educação. Isso porque a rede precisou retomar as aulas do Ano Letivo 2020, em tempos de pandemia.

E assim ocorreu. No dia 8 de fevereiro, todos os 44 mil alunos da rede retomaram as aulas, não presenciais, que já se encerram nesta sexta-feira, 16. Uma fase de grandes desafios e inovações para toda a comunidade escolar. Em casa, professores, alunos e suas famílias interagem e auxiliam no processo de aprendizagem das crianças. Para reforçar, a prefeitura levou as aulas da alfabetização (1º e 2º Ano) para a TV aberta, com o Aprendendo em Casa na TV, na Rede Cidade, 28.1.

“Todas as escolas do município se prepararam para o retorno das aulas não presenciais. Damos todo o suporte aos alunos das áreas rurais. Lançamos o Aprendendo em Casa na TV. Então hoje o nosso projeto de educação remota consegue alcançar as crianças dentro de todo o município de Boa Vista, seja pela internet, pela TV, através de apostilas e dos livros didáticos”, declarou o prefeito.

Os estudantes das áreas rurais e indígenas, em especial os que não tem acesso à internet, recebem todo o apoio necessário da Secretaria Municipal de Educação. Quase 800 alunos destas regiões recebem em casa os blocos pedagógicos impressos, ganharam também kits escolares para ajudar nas atividades. Na semana passada a prefeitura também deu início a entrega de aproximadamente 1.400 kits da alimentação escolar para as famílias destes alunos que hoje dão assistência ao ensino remoto.    

Para auxiliar os docentes nesta nova rotina de aulas remotas, a plataforma Educa Digital é a ferramenta disponibilizada pela prefeitura para atividades de formação, treinamentos, apresentação de ferramentas tecnológicas e produção de conteúdo em ambiente online. Mais de 1.200 professores recebem o suporte de forma didática e prática.

Prefeitura de Boa Vista recebe nova remessa de medicamentos

Com a nova remessa, o estoque do município (Remume) passa para 92%

A prefeitura de Boa Vista recebeu nesta segunda-feira, 12, mais uma remessa de itens e medicamentos padronizados da Relação Municipal de Medicamentos (Remume) para atender a capital.  Ao todo 2.107.980 vão abastecer a rede municipal de saúde.

Entre os medicamentos chegaram amoxicilina + clavulonato, salbutamol, vitamina C, tiras reagentes e luvas cirúrgicas. O prefeito Arthur Henrique acompanhou a entrega e afirma que o compromisso e trabalho para garantir os medicamentos continuam.

Com essa nova remessa, o estoque da Remume passa para 92%. O município já investiu até o momento R$ 3,5 milhões em aquisição de itens, sendo 2 milhões em medicamentos e 1,5 milhões em material médico hospitalar, com o quantitativo de 4.000.000 medicamentos e 900.000 materiais médico-hospitalares, fruto de muito trabalho e planejamento da prefeitura.

“É um aumento muito importante, pois no meio de uma pandemia, estamos garantindo o abastecimento das nossas unidades. E com isso estamos chegando a marca de 92% de nosso estoque na Remume. É um trabalho que não para. Fico feliz em garantir esse abastecimento, uma das ações mais importantes desses 100 dias de governo, tanto com medicamentos, novos profissionais, testes para Covid-19 e muito mais”.

Abastecimento – As farmácias da rede municipal de saúde são abastecidas semanalmente. Assim que chega nova remessa, os medicamentos são incluídos na programação de entrega.

Hospital de Mucajaí sofre com falta de médicos e alimentação para pacientes

Unidade não tem profissionais suficientes para atender população (Foto: Secom/Roraima)

O Hospital Estadual Vereador José Guedes Catão, em Mucajaí, região Sul de Roraima, está sem médicos para completar a escala de plantões, e sem alimentação adequada para pacientes. A situação foi retratada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Joelson Costa (PL), nesse domingo (11).

No vídeo, o vereador explica que a unidade estava sem médicos de plantão, somente com enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Como consequência, moradores do município que dependem do hospital para pronto atendimento são obrigados a percorrerem mais de 50 quilômetros até Boa Vista.

Uma paciente chegou a prestar um breve depoimento nas imagens sobre a surpresa que sentiu ao se deparar com a falta de profissionais. “Vim de Vila da Penha [no interior de Mucajaí] para ser atendida. O pessoal da ambulância me trouxe e depois me falaram que não tem médico. Como o pessoal nos tra para cá se não tem médico?”, questiona.

Investigação da Polícia Civil revelou envolvimento da empresa em esquema de corrupção através de superfaturamento de licitações. O inquérito afirma que cerca de R$ 30 milhões foram desviados em cinco anos.

Na época em que o secretário da Saúde, Marcelo Lopes, anunciou o rompimento do contrato, explicou que médicos seriam contratados de forma direta, por meio de processos seletivos. Houve, entretanto, pouca adesão de profissionais, o que gerou a falta de médicos em unidades estaduais no interior do estado.

Em entrevista à reportagem nesta segunda-feira (12), Joelson Costa relatou que reclamações sobre o hospital se tornaram cada vez mais constantes de janeiro até agora. “Segundo a diretora da unidade, seriam necessários seis médicos para manter o hospital em pleno funcionamento. A unidade está com dois, que são clínicos gerais, e um que faz exames de ultrassom”, revelou.

Costa também disse que pessoas internadas na unidade reclamam da falta de alimentos que deveriam ser servidos. “Me deparei com duas pessoas internadas. E elas estavam comendo somente arroz com feijão. A diretoria da unidade me mostrou, inclusive, ofícios e documentos que foram mandados até a Sesau relatando os problemas da unidade e que nunca foram respondidos. A secretaria não consegue repassar de forma concreta o que está acontecendo”, lamentou.

Informações: Roraima em Tempo

100 DIAS – Prefeito Arthur Henrique apresenta balanço de ações nestes primeiros meses de gestão

Na ocasião, o prefeito destacou a continuidade do trabalho iniciado pela ex-prefeita Teresa Surita, assim como novas iniciativas e projetos que já estão em desenvolvimento em sua gestão

O prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, durante entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 12, prestou contas à população das ações desenvolvidas nos primeiros 100 dias de gestão, completados neste último sábado, 9. O evento contou com a participação do vice-prefeito Cássio Gomes, além de servidores e secretários municipais.

Na ocasião, o prefeito destacou a continuidade do trabalho iniciado pela ex-prefeita Teresa Surita, assim como novas iniciativas e projetos que já estão em desenvolvimento em sua gestão, com foco nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, agricultura, assistência social, cultura, além de medidas econômicas para a diminuição dos impactos causados pela pandemia do Covid-19.

“Esses 100 primeiros dias foram considerados muito positivos em diversos segmentos. Na saúde, no momento complicado que estamos, conseguimos manter o estoque de medicamentos abastecido, entregamos UBS, ampliamos horários de atendimento, fizemos seletivo, contratamos e convocamos novos profissionais”,

O prefeito também falou sobre os destaques na área de educação, com o lançamento do programa Aprendendo em Casa na TV, para garantir que nossos alunos não fiquem desassistidos, entre outras medidas.

“Na infraestrutura, os investimentos estão espalhados por toda a cidade, com obras de drenagem, pavimentação, urbanização, iluminação, além de diversas outras áreas que estamos investindo”, disse o prefeito.

Arthur concluiu explicando que, mais do que fazer política, os bons resultados são fruto de um modelo de gestão. “Foram muitos resultados positivos realmente, o que mostra que conseguimos manter um modelo de gestão focado em melhorar a vida das pessoas que mais precisam”.

Ao final da entrevista coletiva, o prefeito Arthur convidou a imprensa para visitar o mirante Edileusa Lóz, no Parque do Rio Branco, considerada a maior obra turística de Roraima, entregue à população em dezembro do ano passado. Por enquanto as visitas estão restritas somente a servidores municipais e em breve serão abertas à toda população, mediante agendamento pela internet.

Toda a entrevista coletiva foi transmitida ao vivo, através da rede social Instagram, da Prefeitura de Boa Vista e no perfil pessoal do prefeito, estando disponíveis na íntegra para o acesso de todos.

Combate a covid-19: Cerca de 20 estabelecimentos foram fiscalizados neste fim de semana pela prefeitura

Durante as ações, foram constatados atos de desrespeito ao Decreto municipal

A Prefeitura de Boa Vista continua com os trabalhos de fiscalização, orientação e conscientização da população sobre as necessidade do distanciamento social para combater a transmissão do coronavírus. No último final de semana, 10 e 11, cerca de 20 estabelecimentos foram visitados pelas equipes do muncípio, onde foram constatados desrespeito ao Decreto 039/E, deste mês.  

Durante os trabalhos, a fiscalização encontrou estabelecimentos comerciais que estavam descumprindo os horários de funcionamento, alguns com reincidências. Foram observados também eventos com apresentações de músicos com números acima do liberado e muitas aglomerações em bares, lojas de conveniências e praças públicas.

Ao todo, cinco locais foram inspecionados, um interditado, três autuações aplicadas, 12 orientações e 18 dispersões, além de uma apreensão de aparelhagem de som no bairro Paraviana, de acordo com o chefe de fiscalização da Vigilância Sanitária Municipal, Fernando Matos.

“Diante dos descumprimentos, foram expedidos autos de infrações, providenciado a interdição de um estabelecimento e orientações para os casos de aglomerações. Em resumo, foi um final de semana onde houve muitas ações por parte da população, que culminou em muitas aglomerações que se estenderam até a madrugada”, destacou.

Medida de segurança

O distanciamento social é uma das medidas mais importantes e eficazes para reduzir o avanço da pandemia da covid-19. A doença é causada pelo vírus SARS-CoV-2, mais conhecido como o novo coronavírus. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

O vírus tem a capacidade de passar de uma pessoa infectada para outra, mesmo que ela não apresente nenhum sintoma. Nesse sentido, apenas a prevenção adequada com o distanciamento social, o uso de máscaras e correta higienização das mãos, pode proteger garantir o máximo de proteção contra a doença.  

CONTRA O CORONAVIRUS: Policiais e guardas civis municipais são imunizados em Boa Vista

Esta etapa da vacinação contempla os trabalhadores de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam diretamente na linha de frente e em ações de combate a pandemia

A prefeitura continua vacinando os trabalhadores de segurança que atuam diretamente na linha de frente e em ações de combate a pandemia em Boa Vista. No último sábado, 10, 261 integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Federal e Polícia Civil receberam a primeira dose da vacinação contra Covid-19. E nesta segunda-feira, 12, os Policiais Militares estão recebendo a vacinação na Coordenação Municipal de Imunização.

A imunização desses profissionais está acontecendo normalmente junto às ações de vacinação de rotina do município e à medida que a relação nominal de cada instituição é repassada para a prefeitura. O GCM, Waldenor da Silva, de 42 anos, atua na linha de frente da Defesa Civil Municipal. Para ele o momento é de gratidão.

“Isso vai nos ajudar a trabalhar com mais segurança neste momento de pandemia que estamos enfrentando. Fico feliz em receber a primeira dose. Sem dúvida a vacinação é importante para nós que trabalhamos diretamente com a população”, destacou.

O policial federal, Lucas Viana, 33, ressaltou que o sentimento é de total tranquilidade. “Trabalho com atendimento ao público. E por isso, precisamos dessa proteção, tanto para nós profissionais podermos executar as atividades com segurança, como para essas pessoas que procuram o atendimento na Polícia Federal”, disse.

A vacinação nesta etapa é exclusiva para os trabalhadores envolvidos nas seguintes atividades:

– No atendimento e/ou transporte de pacientes;

– No atendimento de resgate e atendimento pré-hospitalar;

– Diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19;

– Nas ações de implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público, independente da categoria.

Os demais trabalhadores de segurança pública e forças armadas que não se enquadrarem nessas atividades deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde.

Pacientes denunciam falta de médicos em Pronto Atendimento gerido pelo Governo do Estado

Segundo denunciante, apenas um médico prestava assistência à população nesse sábado (10)

Pacientes denunciaram a falta de médicos no Pronto Atendimento Cosme e Silva, zona oeste de Boa Vista. Conforme o denunciante, apenas um profissional prestava assistência à população nesse sábado (10).

O denunciante procurou a unidade no período da tarde, mas devido à demora no atendimento procurou a equipe administrativa para solucionar a situação. A justificativa dada ao paciente foi que os demais plantonistas tinham faltado.

“Eu falei com a moça e ela me informou que os outros médicos simplesmente nao compareceram à unidade de saúde. Estou com malária, sentindo muita dor e só tinha um médico atendendo”, reforçou.

Após duas horas de espera, ele conseguiu ser avaliado pelo médico. Contudo, afirmou que não teve mais esclarecimentos sobre a falta de profissionais, e cerca 50 pessoas aguardavam pelo serviço.

“Entrei em contato e perguntei se estavam para o almoço, troca de plantão e disseram que faltaram mesmo. É uma falta de respeito com a população”, criticou.

CITADA

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde Sesau (Sesau) disse que a denúncia é improcedente. “Há três médicos atendendo na unidade e não há nem mesmo fila de espera”, garantiu.

Informações e foto: Roraima em Tempo

Latest posts