O deputado Ottaci Nascimento (SD) gastou R$ 0,12 com conta de telefone, no mês de maio. No total, foram R$ 135,5 mil em despesas até agora, mas ele não figura como o mais caro entre os deputados federais. Apenas tem o menor reembolso.

Levantamento feito pelo jornal Roraima em Tempo revela que Haroldo Cathedral (PSD) custou R$ 257 mil até agosto. Ao todo, a Câmara teve de desembolsar quase R$ 1,5 milhão para cobrir despesas dos deputados de Roraima, entre combustível, passagens aéreas, aluguel de carros e divulgação parlamentar.

Conforme dados do Portal da Transparência, de janeiro a agosto deste ano, o ranking está formado da seguinte forma:

  • Haroldo Cathedral – R$ 257 mil
  • Nicoletti – R$ 220,8 mil
  • Shéridan – R$ 209 mil
  • Hiran Gonçalves – R$ 208 mil
  • Jhonatan de Jesus – R$ 166,6 mil
  • Ottaci Nascimento – R$ 135,5 mil
  • Edio Lopes – R$ 124,7 mil
  • Joênia Wapichana – R$ 119,9 mil

A cota única mensal é destinada a custear os gastos dos deputados exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar. São quase R$ 400 mil por ano disponíveis para essas despesas. Os deputados têm até três meses para pedir reembolso depois de ter feito o gasto, de acordo com a Câmara.

DETALHES

Haroldo, que lidera a lista, concentra a maior parte dos gastos em divulgação de atividade parlamentar (R$ 94,9 mil). Todos os meses ele paga um aluguel de carro no valor de R$ 10 mil e uma consultoria por R$ 6 mil. Até agosto, ele pediu reembolso de quatro passagens aéreas. Gastou ainda com combustíveis, telefonia e manutenção de escritório. Assim como Ottaci, ele pediu à Câmara R$ 2,63 referentes a uma conta telefônica.

Pretenso candidato à Prefeitura de Boa Vista, Ottaci impulsionou gastos no mês de maio, quando custou R$ 14,5 mil em divulgação parlamentar. No total, com divulgação, são R$ 44,3 mil. Ele gastou R$ 39,7 mil com aluguel de veículos. Entram na lista, telefonia, manutenção de escritório, combustível e serviços postais.

Já o deputado Nicoletti (PSL) priorizou, até o momento, divulgação de atividade parlamentar. Ele também se dispôs a disputar a Prefeitura de Boa Vista. Para mostrar o trabalho, os cofres públicos foram onerados em R$ 111.382,00. A segunda maior despesa foi com o aluguel de um carro, todos os meses, no valor de R$ 10,6 mil.

O Portal da Transparência também mostra que ele foi reembolsado em R$ 2,4 mil por diárias em um hotel de luxo da capital Boa Vista, no mês de julho. Emitiu duas passagens aéreas e gastou R$ 10,5 mil com combustível. Na lista aparecem consultorias, telefonia, manutenção de escritório e assinatura de publicações.

A deputada Shéridan (PSDB) é quem detém a lista com maior número de serviços. Despesas com táxi, hospedagem em Fortaleza e serviços estão entre os gastos da parlamentar. Ela foi quem mais viajou: foram cinco passagens aéreas reembolsadas que somam quase R$ 14 mil. Os destinos não foram informados ao Portal da Transparência.

Shéridan também gastou mais com consultorias e pesquisas, foram R$ 80 mil, acima das divulgações das atividades parlamentares que aparecem com R$ 76 mil até julho. Com aluguel de carro ela gastou mais de R$ 40 mil. Telefonia e manutenção de escritório entram nas despesas bancadas pela Câmara.

Hiran Gonçalves (PP) priorizou divulgação da atividade parlamentar e aluguel de carro. Foram R$ 109,9 mil e R$ 35 mil, respectivamente. Ele também gastou R$ 13,8 mil em passagens aéreas, R$ 20,4 mil com combustível e R$ 25 mil com manutenção de escritório. Serviços postais e telefonia também contabilizaram despesas.

Edio Lopes (PL) investiu boa parte da cota em segurança privada: R$ 26,7 mil. O segundo maior gasto foi com divulgação das atividades, que somaram R$ 57,8 mil. Ele chegou a pedir reembolso no primeiro semestre de 10 passagens aéreas, que custaram R$ 9,4 mil.

Diferente de outros deputados, Joênia Wapichana (Rede) quase não investiu a cota em divulgação das atividades (R$ 1,1 mil). O maior gasto foi com aluguel de veículos, somando R$ 59,6 mil, e com manutenção de escritório, na sequência com R$ 38,8 mil. Joênia também recebeu diárias por hospedagem em São Luís, reembolsos por passagens aéreas e serviço de táxi.

Por último, Jhonatan de Jesus (Republicanos) investiu, até agora, R$ 90 mil em divulgação de atividades parlamentares. A segunda maior despesa foi com aluguem de carro, no valor de R$ 47,5 mil. No mês de janeiro, ele pediu reembolso de sete passagens aéreas, que totalizaram R$ 11,6 mil. Só perde para a deputada Shéridan em valores com esse serviço.

Ainda entram na lista de prioridades do parlamentar manutenção de escritório, telefonia, combustíveis e serviços postais.

CITADOS

Haroldo da Cathedral

É necessário esclarecer que os gastos citados na referida matéria estão dentro dos valores mensais estabelecidos pela Câmara Federal, na cota parlamentar do Estado de Roraima que é de R$ 45,6 mil. Nossos custos correspondem a uma média mensal bem abaixo desse teto, no valor de R$ 36 mil, que estão estritamente vinculados à manutenção do mandato. Portanto, estamos trabalhando para redução progressiva dessas despesas.

Acho oportuno salientar que investimos esses valores com muito critério, seriedade e zelo com dinheiro público. Já com relação à conta citada, referente ao gasto de telefonia, trata-se de valor debitado pela própria Câmara Federal de custos com os telefones fixos dos gabinetes.

Nicoletti

Em consulta ao site da Transparência, é possível verificar que o Deputado Nicoletti está em 5º lugar entre os deputados de Roraima no que se refere aos valores utilizados da cota parlamentar desde o início do mandato. Se levarmos em conta apenas o período de 2019, Nicoletti foi o segundo deputado que menos gastou os recursos da cota destinada aos parlamentares no último ano.

A análise dos números apenas de janeiro a julho deste ano, conforme propõe o jornal, é equivocada, tendo em vista que os gabinetes possuem um prazo de até 90 dias para prestar contas das despesas, o que faz com que muitos gastos ainda não estejam computados no site da Câmara, gerando a imprecisão dos dados a serem apresentados pela matéria.

É importante lembrar, ainda, que o Deputado Nicoletti ocupa o 1º lugar no Ranking dos Políticos, entre todos os parlamentares do Estado, indicador que avalia o desempenho de todos os parlamentares do Congresso e que utiliza como um dos critérios para classificação justamente a economia da Cota Parlamentar.

Hiran Gonçalves

O deputado durante todo o período da pandemia não parou as atividades na Câmara de maneira presencial. É o único parlamentar de Roraima membro da Comissão Externa de Enfrentamento da Covid-19.

Durante esse período foi o deputado que mais relatou leis para minimizar os efeitos da doença. E atuou pra liberar recursos e insumos para serem investidos no combate da doença em Roraima. Todos os gastos foram compatíveis com a sua atuação e dentro das regras vigentes. Sempre pugnando pela eficiência e economicidade.

OUTROS

Os deputados Ottaci Nascimento, Joênia Wapichana e Edio Lopes não responderam aos questionamentos da reportagem. Não foi possível contato com Shéridan e Jhonatan de Jesus.

Informações: Roraima em Tempo – Foto: Câmara dos Deputados