De Mercedes em Brasília a colher de pedreiro em Boa Vista: Tudo para ser prefeita

Desde que anunciou sua pré-candidatura à Prefeitura de Boa Vista, Sheridan só reforça velhos clichês de políticos, com marketing barato, que passam anos inertes em seus cargos, mas em época de eleição querem mostrar serviço. Assim, posa para todo tipo de foto para mostrar que é do “povão”, mas todos sabem quem de fato ela é.

Seja no alto de seus luxos em Brasília, alugando Mercedes com dinheiro público, ou de aventura em aventura na casa do marido em Palmas (TO), a parlamentar só mostra seu “talento” para ser primeira-dama. Carrões, mansões, festas com temas paradisíacos são marcas de sua trajetória política. E, é bom que se ressalte: tudo isso com dinheiro público.

Mas ultimamente, Sheridan quer empurrar ‘goela abaixo’ aos boa-vistenses a imagem de trabalhadora, humilde e que tem a determinação de um povo sofrido. Vale até simular que está fazendo uma calçada, sem nunca ter pego numa colher de pedreiro na vida. Mas a selfie “tá boa”.

O que a deputada não entende é que o povo já não aceita mais esse marketing tabajara, que mais causa vergonha alheia e repulsa. Não importa quantas crianças segure para mimar ou se dá mil voltas pedalando numa bike. Esses clichês baratos não convencem mais. O cidadão médio quer ver trabalho, gente com posicionamento sensato, responsável, sem discurso barato.

Sheridan só reforça velhos clichês políticos que não convencem mais ninguem

Sheridan precisa se decidir. Se vive em Roraima (e todos sabem que ela mal pisa aqui) ou no Tocantins, onde mora seu marido que também quer ser prefeito. Mas que fique certo: Boa Vista não precisa de políticos do naipe de Shéridan. Que ela continue arrasando nas selfies e stories como uma boa influencer. Porque prefeita mesmo, ela está bem longe de ser preparada! O povo conhece seu passado!