Os asseclas e seguidores de Antonio Denarium (PSL) não têm explicação para os absurdos, corrupção e descaso do Governo do Estado. Agora, atuam unidos no sentido de atacar a prefeita Teresa Surita (MDB), espalhando que a Prefeitura e o Governo estão brigando e que não é hora disso. Liderados pelo senador Telmário Mota (Pros) e servidores do senado federal, passam o dia inteiro a disparar ataques. A esse discurso se soma o senador Mecias de Jesus (Republicanos) e deputados que querem agradar ao governador, como Shéridan de Oliveira (PSDB) e Jeferson Alves(PTB).

MONTAGEM

O nível de organização dessa baixaria é tão grande que eles mandam pessoas a postos de saúde para dar escândalo, gravando a fala e depois eles postam ao mesmo tempo, deixando clara a intenção da gravação. Com a fala deles, tentam confundir a população e construir uma cortina de fumaça para esconder as falhas e irregularidades cometidas pelo governador Denarium. Não conseguem explicar indícios de desvios de mais de R$ 70 milhões, nem a incompetência do Governo.

VERDADE

O problema desses seguidores de Denarium é que mentira tem perna curta. A Prefeitura de Boa Vista tem cumprido com todas as obrigações compactuadas. O Hospital da Criança Santo Antônio está pronto e teve capacidade de atendimento ampliada. A Área do Exército teve todo o apoio do município. A Prefeitura disponibilizou ainda mais de 100 profissionais de saúde para o atendimento. Se o Hospital não está funcionando ainda é porque o Governo do Estado não cumpriu a palavra, já que se comprometeu várias vezes com a data de inauguração e falhou em todas. Informação confirmada pelo próprio comando do Exército.

UBS

Ponta de lança das atuações da atenção básica, as Unidades Básicas de Saúde funcionam hoje em dias e horários estendidos. São 32 UBS, mas eram seis quando Teresa assumiu. No período da Covid, as unidades atendem e depois da recomendação do médico, realizam o teste e são acompanhados. A realização dos teste só apresentam resultados consistentes se feitos em quem sente os sintomas há mais de sete dias. Mas, UBS só fazem exames quando o Governo do Estado repassa o material, o que não tem acontecido na quantidade necessária. UBS não é pra ter respiradores e nem para internar ninguém. Essa cobrança feita por aliados do governador é absurda e feita para confundir a população. Qualquer prescrição de medicamentos, tem que ser feita pelo médicos. As UBS não entregam remédio sem receita. Os servidores da saúde municipal têm se desdobrado para atender bem à população, com o risco da própria vida. O aumento da busca pelas UBS é natural e vai aumentar com a chegada do inverno.

ESTRANHO

É muito estranho esse quadro de distribuição das UTI pelos Estados brasileiros. Já estamos na terceira distribuição nacional de leitos feita pelo Ministério da Saúde e Roraima até agora não recebeu nada. Por que? Roraima era a menina dos olhos do presidente Jair Bolsonaro, tem uma bancada federal que vota fechado com o Governo Federal e que tem dois parlamentares médicos: Hiran Gonçalves (PP) e Jhonatan de Jesus (Republicanos). Será que o Governo de Roraima está repassando informações falsas sobre o quadro de UTI? Pela propaganda está sobrando muitas vagas, mas a realidade é completamente outra. O Ministério Público precisa ir atrás da verdade.

Rapidinho

– Governador: o governador Antonio Denarium é um gozador, gosta de fazer onda e não tem noção. Fez uma postagem dizendo à população que está muito bem, em casa e bem cuidado. Claro que está, Denarium. Quem está mal é a população, entulhada nas filas do Hospital Geral de Roraima. As pessoas estão morrendo.

– Maior: o número de óbitos por Covid-19 em Roraima é maior do que o registrado em Brasília. Roraima tem 500 mil habitantes, enquanto Brasília tem 3 milhões. Isso demonstra o tamanho do problema que o Estado está metido. E o Governo só enrola.

– Desperdício: o Governo do Estado vai alugar leitos particulares para colocar os pacientes que estavam internados no Estádio Canarinho, um delírio do governador Denarium que não deu certo. Do lado do HGR, continua sem utilização aquele grandioso anexo. Dá pra acreditar?

– Faltando: o decreto de calamidade pública em Boa Vista precisa ser votado pela Assembleia Legislativa de Roraima. Essa é uma disposição constitucional. O Decreto Municipal 047-E foi encaminhado em 17 de abril e ainda não foi votado pelos deputados estaduais. A Coluna está acompanhando para saber o motivo de tanta demora.

– Atriz: depois de ser cobrada por explicações em relação aos gastos feitos em plena pandemia, a deputada Shéridan tentou justificar. Mas, foi pior que os gastos. A deputada vaidosa e musa da Câmara, apareceu com uma feição forçada de sofrimento que não combina em nada com o natural. Em uma interpretação forçada, ela se alonga, não explica oa gastos, se coloca na condição de vítima e diz que não vai se intimidar. Mais uma vez, ela não falou nada sobre o Renda Cidadã. Quem cobrou explicações foi a própria população que banca os gastos feitos por ela. Agora as pessoas que votaram em você são suas adversárias, Shéridan?

Texto originalmente publicado no jornal Roraima em Tempo