Início Site

Arthur cria projetos para desconto no IPTU, aumento de bolsas em projetos sociais e criação de Agência do Empreendedor

Estas são importantes iniciativas de governo implantadas nos primeiros 100 dias de gestão, com foco nas pessoas e planejando o futuro por meio do fomento ao empreendedorismo

Para celebrar os primeiros 100 dias de gestão, o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, entregou nesta sexta-feira, 9, três importantes projetos de lei nas mãos dos vereadores para aprovação na Casa Legislativa. Um deles concede descontos no IPTU para quem pagar a vista e parcelado; outro aumenta as vagas e os valores das bolsas dos projetos sociais e o terceiro cria a Agência Municipal do Empreendedor.

Estas iniciativas beneficiam diretamente os moradores, os integrantes de projetos sociais e aquelas pessoas que já abriram seu próprio negócio ou pensam em empreender na cidade, sendo aprovada a lei, eles contarão com uma agência de fomento ao empreendedorismo. Dois destes projetos são promessas de campanha do prefeito Arthur Henrique.

“Estou ao lado de vereadores que vão tratar esses três projetos da forma que precisa ser tratado, com muita celeridade dentro da Câmara. O primeiro projeto, desconto no IPTU, não era promessa de campanha mas por conta da pandemia foi necessário. Os outros dois são importantes pela fase que estamos passando e mais importante ainda porque eram promessas de campanha. Eu e Cássio  temos compromisso de cumprir com o que prometemos”, disse.

O presidente da Câmara, vereador Idázio da Perfil, destacou a sua responsabilidade, como representante do povo, em apoiar projetos que beneficiem a população. “A gente sabe que além de ter sido uma promessa de campanha ao qual o prefeito cumpre, eu tenho certeza que a mesa apoiará esses projetos que trarão tantos benefícios para a nossa população. Eu acredito e confio na mesa daquela casa e a votação será unânime”, disse.

Desconto no IPTU – O Projeto de Lei concede desconto no tributo municipal para todos os contribuintes. São 20% para quem optar em pagar à vista e 10% para quem optar em parcelar. O desconto já valerá para o IPTU de 2021, onde a primeira parcela já vence no dia 10 de maio.

Aumento das vagas e valores de bolsas dos projetos sociais do município – Neste projeto, serão beneficiados mais de 1.800 adolescentes, jovens e idosos que hoje integram esses projetos no município. Veja como vai ficar: 

*Cabelos de Prata: Aumenta de 750 para 1500 vagas. O valor da bolsa de R$ 180, sobe para R$ 300;

*ArtCanto: Aumenta de 250 para 500 vagas. A bolsa de R$ 180, aumenta para R$ 250;

*Dedo Verde: Aumenta o valor da bolsa aumenta de R$ 180 para R$ 230 – permanece a mesma quantidade de vagas;

*Projeto Crescer: O valor da bolsa aumenta de R$180 para R$230 – permanece mesma quantidade de vagas;

*Rumo Certo: bolsa aumenta de R$ 210 para R$ 500 – permanece mesma quantidade de vagas;

Apoio ao Empreendedor – O Projeto de Lei cria a Agência Municipal do Empreendedor (AME) e o Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios. A Agência tem a finalidade de apoiar a criação, o desenvolvimento e a sustentabilidade dos micro e pequenos empreendedores de Boa Vista, através de capacitação, intermediação de acesso ao crédito e fornecimento direto de crédito a pequenos negócios.

O Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios será financiado pelo Fundo Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios e mediante parcerias de acesso a financiamentos junto a Bancos e Organizações do Sistema S e da classe empresarial. A agência terá um Conselho Consultivo formado por pessoas representantes da classe empresarial e de órgãos governamentais.

Prefeitura inicia vacinação de profissionais da segurança pública e Forças Armadas

O município de Boa Vista recebeu 890 doses para a vacinação desses trabalhadores e serão destinadas exclusivamente para aqueles que atuam diretamente na linha de frente e em ações de combate a pandemia

A prefeitura já iniciou a vacinação para parte dos trabalhadores de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam diretamente na linha de frente e em ações de combate a pandemia. Nesta quinta-feira, 8, 30 integrantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) receberam primeira dose da vacina no Roraima Garden Shopping. E nesta sexta-feira, 9, foi a vez de 95 integrantes do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBM-RR), na Coordenação Municipal de Imunização (CMI).

A imunização desses trabalhadores está acontecendo normalmente junto às ações de vacinação de rotina do município e à medida que a relação nominal de cada instituição é repassada para a prefeitura. O município de Boa Vista recebeu 890 doses para a vacinação desses trabalhadores e serão destinadas exclusivamente para aqueles que atuam diretamente na linha de frente e em ações de combate a pandemia, conforme determinação do Ministério da Saúde.

O Sgt. BM Pinheiro, de 32 anos, atua na Companhia de Busca e Salvamento e foi um dos primeiros imunizados. “A gente se sente privilegiado dentro desse grupo prioritário. A vacinação vai nos ajudar e nos dar mais segurança nos diversos atendimentos que fazemos, lidando diretamente com a população”.

Para o Cap. BM Ruivan, 40, que trabalha na área da saúde da corporação, a vacina é de fundamental importância. “Não sabemos o dia de amanhã. Então é fundamental a vacinação para garantir mais segurança no exercício da nossa profissão”.

A vacinação nesta etapa é exclusiva para os trabalhadores envolvidos nas seguintes atividades:

– No atendimento e/ou transporte de pacientes;

– No atendimento de resgate e atendimento pré-hospitalar;

– Diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19;

– Nas ações de implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público, independente da categoria.

Os demais trabalhadores de segurança pública e forças armadas que não se enquadrarem nessas atividades deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde.

Prefeito Arthur Henrique inicia visitação de servidores municipais ao mirante do Parque do Rio Branco

Neste primeiro momento, as visitas serão restritas aos servidores municipais e devem acontecer durante todo o mês de abril, seguindo os protocolos de segurança contra o Covid-19

O prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique deu início, na manhã desta sexta-feira, 09, à visitação do mirante Edileusa Lóz, localizado no Parque do Rio Branco. Neste primeiro momento as visitas serão restritas aos servidores municipais e devem acontecer durante todo o mês de abril, seguindo os protocolos de segurança contra o covid-19.

As subidas devem acontecer de forma escalonada, respeitando o limite de 20 servidores por vez, como forma de evitar aglomerações no lugar. É importante ressaltar que o período de abertura para visitação da população em geral ainda será divulgado e acontecerá mediante agendamento via internet.

Os primeiros servidores a visitarem o mirante foram os da Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo (SMO), que segundo o prefeito Arthur Henrique tiveram um papel fundamental na construção e idealização deste cartão portal boa-vistense.

“Estamos iniciando o programa de visitação com as pessoas que ajudaram a construir esse marco histórico da nossa cidade, então nada mais justo do que prestigiarmos estes servidores”, disse.

Daiane Rodrigues, boa-vistense e servidora da SMO, afirma se sentir privilegiada em estar entre as primeiras a visitar o mirante. “Ter essa visão ampla é um verdadeiro privilégio. Estou encantada com a beleza da nossa cidade que cada vez tem mostrado seu potencial turístico”, disse.

O mirante Edileusa Lóz possui 100 metros de altura e é a estrutura mais alta de Boa Vista. Lá em cima, o visitante tem uma vista panorâmica da cidade e do Rio Branco e ainda uma passarela com piso de vidro. A parte superior tem 250m² e capacidade para receber 250 pessoas simultaneamente.

PARQUE DO RIO BRANCO – A maior obra turística de Roraima foi entregue à população em dezembro do ano passado, na gestão da ex-prefeita Teresa Surita. Além do mirante, o Parque do Rio branco conta com a maior Selvinha Amazônica de Boa Vista, mural artístico, além de outros atrativos. A construção de todo o complexo aconteceu em parceria com o ex-senador Romero Jucá em Brasília e as obras de desapropriação da área foram com recursos próprios da prefeitura.

Com apoio da prefeitura, agricultores indígenas colhem cinco toneladas de melancia na comunidade Darora

A prefeitura fornece aos agricultores assistência técnica, adubos, sementes e o caminhão para escoar o produto para a mesa dos boa-vistenses

A semana foi produtiva na comunidade indígena Darora, localizada na região do Baixo São Marcos. Isso porque os agricultores daquela região iniciaram a colheita da melancia, com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (Smaai).

A prefeitura fornece aos agricultores assistência técnica, adubos, sementes e o transporte para escoar o produto para a mesa dos boa-vistenses.  O secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Guilherme Adjuto, enfatizou que hoje a comunidade Darora tornou-se um polo produtivo da melancia.

“Levamos este apoio as lavouras nas comunidades indígenas, tanto para as lavouras de inverno, que são milho e feijão, como também o projeto de HF, que são as culturas de melão, batata doce e principalmente melancia. Isso contribui para melhor qualidade dos produtos bem como no aumento da produtividade. Os resultados têm sido positivos”, disse Adjuto.

Nessa quinta-feira, 8, as equipes estiveram na área de produção da agricultora Maionara da Silva, que possui meio hectare de terra destinado a plantação de melancia. Foram retiradas cinco toneladas do fruto, com pesos que variam entre 15 a 18 quilos.

A produção nas terras de Maionara beneficia diretamente sete famílias da região. Ela ressaltou que o apoio da prefeitura foi fundamental, principalmente por conta da pandemia.

“O plantio da melancia iniciou em fevereiro, momento em que recebemos ajuda dos técnicos da Smaai, e hoje estamos colhendo os frutos. Neste momento de dificuldade este aprendizado foi muito importante, pois assim temos condições de nos manter com alimentos produzidos em nossas terras”, destacou Maionara. 

Prefeitura entrega mais de 1.400 kits de hortifrútis e proteínas para alunos das escolas rurais e indígenas

Foram aproximadamente 1.400 kits de hortifrútis, proteínas, iogurte e polpa de frutas enviadas para as escolas rurais

Esta semana, a Prefeitura de Boa Vista deu início a mais um ciclo de entregas dos kits de alimentação escolar aos alunos da rede municipal de ensino. Neste primeiro momento, são atendidos estudantes das 12 escolas indígenas e das quatro unidades do campo. Foram aproximadamente 1.400 kits de hortifrútis, proteínas, iogurte e polpa de frutas enviadas para as escolas rurais.  

As escolas estão recebendo gradativamente e logo definem as estratégias para chegar, de forma segura, à mesa dos alunos. Em algumas unidades, como a Escola Municipal Indígena Tuxaua Albino Morais, na Comunidade da Ilha, a entrega oficial às famílias começou nesta quinta-feira, 8. Quem aproveitou para pegar logo três kits para os filhos e netos foi o senhor Charles Marques, de 64 anos. Para ele, é uma benção receber esses alimentos neste período tão difícil.

“Isso é muito bom para a gente, porque tem dias que não temos nada para comer. E quando mais precisamos chega a benção dentro de casa. E nesse tempo de pandemia e inverno não podemos nem trabalhar, sair para arrumar alguma coisa. Muito boa essa iniciativa da prefeitura”, disse.

Ao todo, 15.576 kg de alimentos foram encaminhados para estas regiões. O coordenador das escolas indígenas e do campo, Nelson Martins, explicou que parte dos itens, no caso os hortifrútis, foram adquiridos por meio do projeto de Agricultura Familiar da prefeitura e a outra parte (proteínas e iogurte) foi obtida com recursos do Programa Nacional da Alimentação Escolar.

“A nossa merenda escolar não está sendo feita pelo fato das aulas presenciais não estarem acontecendo, mas precisam chegar a essas famílias que estão fazendo esse acompanhamento pedagógico em casa. Através dessa ação, a gente vem reforçar o trabalho que as escolas e as famílias estão fazendo com as crianças, dando continuidade ao processo de ensino-aprendizagem”, disse.

Kit de alimentação escolar: Hortifrúti (Abacaxi, batata-doce, cebola, goma de tapioca, laranja, melão, pepino e polpa de goiaba), Bandeja de iogurte com seis unidades, 2kg de carne moída e 1 pacote de filé de frango.

Previsão emite alerta de chuvas e ventos intensos para Roraima

Os ventos podem chegar a 100 km/h. A informação foi confirmada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) por meio de um comunicado

A Capital Boa Vista e os municípios do interior estão em alerta laranja de perigo de chuvas intensas. A informação foi confirmada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) por meio de um comunicado.

O alerta laranja significa uma situação meteorológica perigosa e recomenda que os moradores mantenham-se vigilantes e informados sobre as condições meteorológicas previstas em caso de alguma necessidade.

Segundo o alerta, o perigo das chuvas intensas se iniciou às 9h da última quarta-feira, 7, e é válido até as 10h da próxima sexta-feira, 9.

Ainda segundo o Inmet, o volume de chuva está entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia, com ventos intensos de 60 e até 100 km/h.

O risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas, também foi assegurado pelo Instituto de Meteorologia.

O Instituto recomenda que em caso de rajadas de vento, a população não deve ser abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, além disso, não é indicado que o motorista estacione seu veículo próximo a torres de transmissão e placas de propaganda.

O desligamento de aparelhos elétricos e quadro geral de energia, também é indicado em caso de o morador se sentir em perigo.

Especialista – O meteorologista da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Ramon Alves, disse que a população não deve se preocupar com a previsão, pois é comum o Inmet publicar esse alerta. “É um alerta padrão para outros estados, não somente para Roraima”, afirma.

Ele também explicou que as chuvas que estão acontecendo em Roraima são intensas, mas que não prejudicam a população com perigos. “Em relação a velocidade dos ventos, é raro acontecer de 100 km por hora, mas já teve 50 e 60 km”, relembra.

Ramon ainda disse que as recentes chuvas são o começo do período chuvoso no estado e a previsão para o mês de abril é acima da “normal climatológica”, podendo chegar à 200mm.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a normal climatológica do mês varia entre 100 e 150 milímetros.

Informações e foto: Folhabv

Prefeito Arthur Henrique anuncia novas medidas de flexibilização do comércio e demais atividades

O novo decreto flexibiliza a partir desta sexta-feira, 9, o horário de funcionamento do comércio, libera festas de aniversário/casamento e apresentações de músicos, com restrições

O prefeito Arthur Henrique anunciou na tarde desta quinta-feira, 8, as novas medidas de flexibilização em Boa Vista. Um novo decreto, que valerá dos dias 9 a 23 de abril, amplia o horário de funcionamento do comércio, libera festas de aniversário e casamento, além das apresentações de músicos em bares e restaurantes da capital.

Os estabelecimentos, a partir de amanhã podem abrir das 5h às 23h. Permanecem em vigência as regras de ocupação dos empreendimentos, de acordo com o tamanho do prédio e capacidade de até 30%.

Ficam permitidos casamentos e aniversários, com até 50 pessoas, dentro do horário de funcionamento dos estabelecimentos (até ás 23h). Além disso, o novo decreto permite nesses ambientes música ao vivo, com no máximo três músicos e sem dança. 

“Analisamos as últimas duas semanas, quando foi feita a apresentação do último decreto que flexibilizou algumas questões naquele momento. Hoje temos uma redução na taxa de transmissão da doença. O número de novos casos reduziu 36%, e a ocupação dos leitos de UTI estão abaixo de 50%. A ocupação nos leitos clínicos e semi-intensivos também reduziram consideravelmente nas ultimas duas semanas. Já os óbitos se mantiveram estáveis”, disse Arthur.

Arthur destacou que apesar dos números terem reduzidos, a população deve continuar seguindo os protocolos e cuidados. “O momento ainda exige cautela e o cuidado de todos para que haja ainda mais redução nos casos na capital. Ainda não é o momento para relaxar nos cuidados, sabemos que a covid é muito sensível, tudo pode mudar rapidamente. Pedimos que as pessoas continuando cooperando”, frisou.

O prefeito pediu que às lojas de conveniência funcionem dentro do horário permitido. “Fica uma alerta, peço que todos contribuam. Quero relembrar que só podem funcionar no sistema delivery e drive-trhu. Os empresários estão cientes disso, isso é necessário para não voltarmos com as medidas restritivas”, disse.

POR 9 A 2: STF decide que Estados e municípios podem barrar missas e cultos

A questão havia sido alvo de decisões divergentes de ministros (foto: Agência Justiça)

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, nesta 5ª feira (8.abr.2021), manter o decreto do Estado de São Paulo que proibiu cultos e missas na pandemia. A Corte definiu que Estados e municípios podem adotar restrições para as atividades religiosas. A questão havia sido alvo de decisões divergentes de ministros. O placar ficou em 9 a 2 a favor da autonomia de prefeitos e governadores.

O julgamento começou na 4ª feira (7.abr), com o voto do relator da ação, ministro Gilmar Mendes, a favor de deixar Estados e municípios decidirem sobre cultos. Disse que a Constituição não defende um “direito fundamental à morte”. “Ainda que qualquer vocação íntima possa levar à escolha individual de entregar a vida pela religião, a Constituição não parece tutelar um direito fundamental à morte”, afirmou.

Também votaram por manter a possibilidade de restrições às atividades religiosas os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Luiz Fux, presidente do STF. Votaram a favor da liberação de cultos e missas os ministros Nunes Marques e Dias Toffoli.

Na 2ª feira (5.abr), Gilmar Mendes determinou, em decisão individual, que o decreto de São Paulo deveria continuar valendo. No sábado (3.abr), o ministro Nunes Marques havia liberado as atividades religiosas presenciais em todo país, em ação proposta pela Anajure (Associação Nacional de Juristas Evangélicos). O processo de Nunes Marque não foi tema da sessão do STF.

JULGAMENTO

O 1º ministro a se manifestar o voto foi Nunes Marques, que votou pela inconstitucionalidade do trecho do decreto que proibiu cultos em São Paulo na pandemia. Propôs que o mesmo entendimento seja aplicado a todos Estados e municípios, para que não restrinjam atividades religiosas presenciais.

Disse que a covid é “cruelmente mortal”, e que não está negando a ciência. Defendeu o funcionamento das igrejas e templos, desde que sigam a limitação de 25% de público.

“Ao tratar cultos como serviços não essenciais, Estados e municípios podem, por via indireta, eliminar cultos religiosos, suprimindo aspectos absolutamente essenciais da religião, que é a realização de reuniões entre os fiéis para celebração de seus cultos e crenças”, declarou.

Nunes Marques citou o papel de alento espiritual das igrejas para a saúde mental das pessoas e que as igrejas não são casas em que “as portas podem se fechar sem consequências”. “Há também a carência material. As igrejas desenvolvem importantes trabalhos assistenciais em comunidades carentes. Durante a pandemia esses trabalhos são importantíssimos”. Declarou que, nas igrejas, “o pequenino é recebido como autoridade”.

O ministro rebateu críticas que recebeu depois da sua decisão que liberou cultos. “Me chama atenção o fato de que vivemos uma das maiores crises dos direitos individuais e coletivos dos últimos 100 anos. Criou-se uma atmosfera de intolerância. Não se pode falar dos direitos das pessoas porque isso é taxado de negacionismo. Até quando direitos individuais podem ser restringidos e em alguns casos, eliminados?”

O ministro disse que 21 Estados e o Distrito Federal já permitiam as atividades religiosas presenciais, no momento de sua decisão. “Em momento algum, mesmo convicto de estar protegendo a Constituição, eu fiz remando contra o bom senso dos gestores brasileiros. Simplesmente 85% dos Estados e 75% das capitais já autorizavam cultos presenciais”.

Também disse que os protocolos sanitários que estipulou no despacho, para permitir o recebimento de público em igrejas e templos, foram mais restritivos que decretos estaduais.

O ministro Alexandre de Moraes disse que o poder público não pode ser “conivente” com dogmas ou preceitos religiosos. Afirmou que o Estado “não pode se abaixar para os dogmas, colocando em risco a sua própria laicidade e, consequentemente, colocando em risco a efetividade dos demais direitos fundamentais, como o direito à vida”.

“Não há nada de preconceituoso e inconstitucional nos decretos que, embasados em dados científicos, restringem temporariamente os cultos religiosos, assim como outras atividades”.

Edson Fachin disse que a pandemia é a maior tragédia sanitária da história do Brasil. “Não se trata de proibição absoluta e permanente. Não se trata também de estabelecer uma preferência entre atividades religiosas, e entre atividades religiosas e seculares”.

Para o ministro Roberto Barroso, o país se atrasou em incentivar o uso de máscara, em fomentar o distanciamento social e em comprar vacinas. “Estamos pagando esse atraso com vidas. E, em triste ironia, muitos dos negacionistas já deixaram essa vida, vítimas da pandemia”.

A ministra Cármen Lúcia foi quem decidiu o placar do julgamento. Foi a 8ª a votar. “O artigo 196 da Constituição estabelece expressamente que a saúde é direito de todos, mas é dever do Estado”, declarou.

O ministro Ricardo Lewandowski afirmou que o direito à vida, à saúde e à segurança devem prevalecer sobre o direito à liberdade de culto. Segundo o ministro, a presença de público nas igrejas deve ser “pontual e temporariamente limitada, até que nos livremos desta terrível pandemia que assola o país e o mundo”.

Segundo o ministro Marco Aurélio, “o Supremo não governa. Quem governa é o Executivo”. “O Executivo atuou, a tempo e modo, quanto ao isolamento, como ao fechamento de certos setores”.

O presidente da Corte, ministro Luiz Fux, disse que em determinadas circunstâncias excepcionais, admitem-se medidas excepcionais. “Nessas 24h faleceram 4.249 seres humanos, brasileiros, batendo recorde desde o início da pandemia. É muito importante que tenhamos a visão da realidade”, declarou.

Informações: Blog do Perônico

Ano Letivo 2021 – Transferências escolares da rede municipal começam na próxima segunda-feira, 12

As solicitações devem ser feitas pela Central Tele Matrículas (0800-280-3536). A previsão é de 8 mil vagas disponíveis para a rede municipal este ano

A partir da próxima semana, a Prefeitura de Boa Vista abre o período de transferências escolares da rede municipal de ensino, conforme o Edital de Matrículas 2021, publicado no Diário Oficial do Município. As solicitações devem ser feitas de 12 a 16 de abril, via Central Tele Matrículas (0800-280-3536), que funciona de segunda-feira a domingo, das 7h às 19h.

Os pais e responsáveis devem se atentar aos demais prazos estabelecidos. As solicitações de novas matrículas foram divididas em duas etapas e vão acontecer no período de 17 a 25 de abril. A previsão é de 8 mil novas vagas para 2021. Lembrando que, a renovação da matrícula é feita automaticamente para os alunos que já estão matriculados.

No edital está a lista das 125 escolas municipais, constando as informações sobre faixas etárias para cada modalidade de ensino, prazos, calendário escolar, dentre outros. Mas é através da Central de Matrículas que os pais saberão sobre disponibilidade de vagas nas escolas desejadas e os procedimentos adotados junto às famílias.

Para o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, o Tele Matrículas se tornou uma ferramenta eficiente e segura em tempos de pandemia. “O sistema moderno adotado em 2014, acabou com as grandes filas que se formavam em frente às escolas. Hoje, na comodidade de suas casas, as pessoas garantem as vagas dos filhos em qualquer uma das escolas da rede”, disse.    

Prazos para as solicitações de novas matrículas:

Educação Infantil e Ensino Fundamental – Dividida em duas etapas: Para os alunos da Pré – Escola (1º e 2º período) e 1º Ano do Ensino Fundamental as solicitações devem ser feitas de 17 a 21 de abril. Do 2º ao 5º Ano o prazo será de 22 a 25 de abril.

Conforme o edital, os alunos estrangeiros desprovidos de documentação escolar que solicitarem matrículas passarão por processo de classificação na Secretaria Municipal de Educação (Smec) no período de 19 a 23 de abril. A reclassificação será na própria unidade de ensino até 31 de maio. 

Escolas Indígenas e do Campo – Para quem precisa de vagas nas escolas das áreas rurais de Boa Vista, o período de matrículas é de 19 a 30 de abril, na própria unidade de ensino.

EJA – As matrículas para o 1º segmento da Educação de Jovens e Adultos (1ª a 4ª série) será de 19 a 30 de abril. Para solicitar a vaga, os interessados devem procurar qualquer uma das nove unidades que oferecem a modalidade: Escolas Francisco Cássio de Moraes; Profª. Glemíria G. Andrade; Ioládio Batista da Silva; Nova Canaã; Profª Maria Gertrudes M. de Lima; Francisco de Souza Bríglia; Raimundo Eloy Gomes; Newton Tavares e Laucides Inácio Oliveira.

Água da chuva invade HGR pela milésima vez e causa transtorno a pacientes

Devido às fortes chuvas que marcam o início do inverno no estado, os corredores do Hospital Geral de Roraima (HGR) amanheceram totalmente alagados na manhã desta quinta-feira, 8, causando transtornos aos pacientes internados.

Em vídeos encaminhados por uma acompanhante de uma paciente, é possível ver vários baldes distribuídos pelo hospital e alguns funcionários tentando escoar a água.

Ela relata que na sala onde estava tiveram que mudar a posição das macas diversas vezes, pois água não parava de atingir os leitos dos pacientes.

OUTRO LADO – A Secretaria Estadual de Saúde (SESAU) se manifestou a respeito por meio de nota:

A Secretaria Estadual de Saúde informa que a equipe de engenharia foi acionada assim que o problema foi detectado e está no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), realizando a manutenção desde às 7h desta quinta-feira,08, para solucionar o problema o mais breve possível.

De acordo com a direção do Hospital Geral de Roraima, a força da água da chuva quebrou uma das telhas da unidade, causando consequentemente, goteiras em um uma pequena área dos blocos.

O local onde ocorreu o vazamento foi interditado e os pacientes foram transferidos para outras áreas de saúde, enquanto a equipe conclui o serviço.

A Secretaria de Saúde ressalta ainda que durante a queda de energia na noite desta quarta-feira, imediatamente os geradores do HGR foram ligados pela empresa responsável pelo serviço de manutenção, evitando assim qualquer comprometimento na prestação dos serviços.

Informações: FolhaBV

Latest posts