As ações contemplam os bairros Caimbé e Asa Branca, com alto índice de infestação

O mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya pode estar onde menos se espera. E para reforçar os trabalhos de combate ao Aedes aegypti, a Prefeitura de Boa Vista iniciou nesta quarta-feira (10) uma grande ação em parceria com a Força Aérea Brasileira. Os militares começaram as visitas por ruas do bairro Caimbé.

O coordenador do núcleo de vigilância e controle de doenças transmitidas por vetores, da prefeitura, Samuel Garça, explica a importância dessa ação e como o apoio dos militares da FAB são um grande reforço para pôr fim ao poder do mosquito.

“A prevenção é extremamente importante e estamos trabalhando para que toda a população se conscientize que também tem um papel importante nessa luta. É importante destacar que enquanto estamos nessa ação pontual, os nossos agentes continuam os trabalhos de visitas em todos os bairros. Queremos agradecer os militares pela parceria e disponibilidade para ajudar a combater esse mosquito”.

Ivan Alves da Silva, 38, é funcionário público e fala que tem feito a sua parte para combater o Aedes dentro de casa. “É interessante e necessário essas ações porque ajudam a evitar tanto a proliferação do mosquito como as doenças causadas por ele. A gente sempre tenta fazer nossa parte, as vezes não fica 100%, mas não deixamos de fazer”.

O lixo doméstico e recipientes ainda são os maiores focos do mosquito, principalmente nesse período de chuvas. A prefeitura alerta a população para que todos façam a sua parte, acondicionando o lixo de maneira correta, tirando uns 10 minutos para verificar o quintal.

A ação com os militares está prevista para acabar no dia 09 de agosto, nos dois bairros, com visita em 8.605 imóveis. Eles levam orientações e informações de como evitar a proliferação do mosquito, em locais que são propícios e também fazem a eliminação junto com o morador, de algum possível criadouro.

Projeto 10 minutos – Nesta quinta-feira (11), a partir das 9h, na Secretaria Municipal de Saúde os agentes encerram as visitas do projeto 10 minutos contra o Aedes, nas secretarias municipais. Os servidores vão receber as orientações de como evitar e ajudar na luta contra o mosquito.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here