O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quinta-feira (22) que é quase impossível que os deputados aprovem a criação de um imposto sobre movimentações financeiras como a antiga CPMF. A ideia é do ministro Paulo Guedes, que tem tentado colocar o novo imposto dentro da proposta de reforma tributária do governo.

“Eu acho que a CPMF não é um imposto que seja bem-vindo na Câmara, mas se o governo encaminhar essa proposta nós vamos debater. Não temos problema de debater tema nenhum. Agora, aprovar a CPMF na Câmara nesse momento eu julgo próximo do impossível”, afirmou o presidente da Câmara.

Maia falou sobre o assunto quando foi questionado sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro, que apesar de já ter dito várias vezes que não aceitaria a volta da CPMF, nesta quinta-feira disse que vai ouvir a sugestão do ministro Paulo Guedes. Maia, porém, evitou fazer críticas ao presidente.

Informações – Congresso em Foco – Foto: Luis Macedo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here