Leonardo Palheta e o comparsa adolescente já são conhecidos da polícia. Eles assaltaram o imigrante em via pública na noite desta terça-feira – Foto: Nonato Sousa

Dois jovens brasileiros, um deles adolescente de 16 anos e com ficha extensa de crimes e passagem pelo polícia, foram detidos na noite desta terça-feira (5), depois de assaltar um imigrante venezuelano de 29 anos, em via pública no bairro Pintolândia. A dupla ameaçou a vítima com um simulacro de pistola e tomou seu celular.

Os dois criminosos foram localizados pelos policiais pouco tempo depois do roubo, escondidos numa casa no mesmo bairro. Com eles foi encontrado o celular da vítima e também o simulacro. O imigrante reconheceu os suspeitos e acompanhou a equipe policial até o Plantão da Polícia Civil, onde os assaltantes foram entregues, às 21h40.

RELATO

O venezuelano falou com o Roraima em Tempo e informou que o roubo ocorreu numa rua próxima da Policlínica Cosme e Silva. Ele disse que caminhava e falava ao celular com sua família na Venezuela, quando os ladrões passaram por ele de bicicleta e logo depois retornaram.

Um dos criminosos o ameaçou com a suposta arma, engatilhou e exigiu que entregasse o celular. O imigrante disse que teve medo e não reagiu. Em seguida obedeceu e entregou o telefone. Esperou os bandidos irem embora e após se afastarem, foi atrás da dupla.

A vítima seguiu os assaltantes até uma casa no mesmo bairro e depois procurou ajuda da polícia. Aguardou os policiais e levou a equipe até perto da casa onde os viu entrar. Os PMs foram até o imóvel, mas a dupla não estava mais lá e foi encontrada em uma segunda casa perto da primeira.

Além do simulacro, os policiais recolheram ainda duas facas e seis celulares, um deles do venezuelano assaltado.

FLAGRANTE

O delegado de plantão, Marcus Albano, falou com o Roraima em Tempo depois de receber o relatório dos PMs, às 23h30, e informou que após se inteirar da ocorrência e ouvir os envolvidos, fez a prisão e apreensão em flagrante de Leonardo Simão Palheta, 24, e do adolescente, por roubo qualificado.

Ao final do procedimento policial, Palheta foi levado para a carceragem da PC para passar o resto da noite e na manhã desta quarta-feira (6), será levado para audiência de custódia. Já o adolescente será entregue no Centro Socioeducativo (CSE), e deve ficar à disposição do juizado da Infância e Juventude.

Também ao fim do flagrante, o celular foi restituído ao imigrante.

Informações: Roraima em Tempo