A Prefeitura de Boa Vista iniciou nessa segunda-feira, 23, a campanha de vacinação contra influenza (gripe) em todas as unidades básicas, conforme orientação do Ministério da Saúde. A campanha foi antecipada este ano e atende, nesse primeiro momento, os idosos e os trabalhadores da saúde.

Para iniciar a campanha, o município recebeu 14.500 mil doses da vacina e hoje, devido a grande procura, algumas unidades da rede já sofrem com o desabastecimento. Boa Vista depende do repasse das doses que é feito pela coordenação estadual.

A coordenação municipal já fez a solicitação para o Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização, órgão responsável por repassar as doses recebidas do Ministério da Saúde, e aguarda um posicionamento e o envio das doses.

“A procura pela vacina tem sido grande, devido a pandemia do coronavírus (Covid-19) e é importante esclarecer que a vacina protege apenas contra os vírus da gripe (H1N1) e (H2N3) e outros tipos de influenza e apenas para aquelas pessoas que se encaixam nos grupos prioritários”, esclarece o coordenador municipal de Imunização, Romildo Azevedo.

Esta é uma realidade também em outros estados brasileiros, a exemplo de São Paulo, onde 400 cidades são atingidas.

Grupos prioritários – A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente o vírus da gripe.

São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. Na primeira etapa, os grupos prioritários são: idosos e trabalhadores da saúde. Para reduzir a possibilidade de aglomerações, os idosos serão atendidos em datas diferenciadas por letras dos nomes. É fundamental que essa ordem seja obedecida.

Idosos (60 anos e mais) com nomes iniciados em:

23 a 24.03 – A, B, C, D e E

25 a 26.03 – F, G, H, I e J

27 a 30.03 – K, L, M, N e O

31.03 a 01.04 – P, Q, R, S e T

02 a 03.04 – U, V, W, X, Y e Z

Trabalhadores da saúde (normalmente nas unidades).