Nesta quarta-feira (15) o Lacen (Laboratório Central), da Secretaria de Saúde de Roraima analisou 51 exames de pacientes com suspeita de Coronavírus (COVID-19). Desses, 28 exames tiveram resultado positivo.

De acordo com a nova atualização, Roraima registra 142 casos confirmados da doença no Estado. Ainda há 30 casos suspeitos esperando por análise. Ao todo, 266 descartados, porém três óbitos foram registrados.

Oito pessoas estão internadas no HGR recebendo acompanhamento médico, nove pacientes receberam alta hospitalar e já estão em isolamento domiciliar para finalizar a sua recuperação, O número de recuperados permanece em 10 pessoas.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 131 casos foram notificados em Boa Vista, 04 em Pacaraima, 03 no Bonfim, 03 no Cantá e 01 em Alto Alegre.

Em relação aos casos suspeitos, conforme o boletim desta quarta-feira, 15, foram notificados 23 casos suspeitos em Boa Vista, 02 em Pacaraima, 02 de Mucajaí, 01 em Caroebe, 01 no Cantá e 01 em Rorainópolis.

Já sobre os casos descartados, 228 notificações ocorreram em Boa Vista, 11 em Pacaraima, 08 em Mucajaí, 06 em Bonfim, 06 em São Luiz, 03 no Cantá, 02 em  Rorainópolis e 02 em Caroebe.

O Estado também contabiliza 03 óbitos por Covid-19, 02 no município de Boa Vista e 01 em Alto Alegre. Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

No Brasil

O Brasil bateu recorde de casos confirmados do novo coronavírus (covid-19) em um dia. De acordo com a atualização dos números divulgada pelo Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (15), foram registrados 3.058 casos de infecção pelo novo coronavírus, totalizando 28.320. O número de mortes em 24 horas foi de 204, totalizando 1.736 óbitos em todo o país.

O aumento no número de casos foi de 12% em relação ao dia de ontem (14), quando foram contabilizados  25.262, e de 27% em relação a segunda-feira (13), quando o balanço do Ministério da Saúde indicava 22.169 pessoas infectadas.

Já o número de óbitos subiu 13% em relação a ontem, quando o país contabilizava 1.532 mortes. Na comparação com segunda-feira, quando eram 1.223 óbitos, representou uma elevação de 42%.

Informações: Folha de Boa Vista – Foto: Lacen/Sesau