OPINIÃO: Pela 9ª vez, Denarium promete entregar anexo do HGR

Com mais de R$ 1 bilhão em caixa, o governador Antônio Denarium continua brincando com a saúde do povo

O Corona “baila com a morte” pelos corredores do HGR. É fato. O vírus já mandou para o além mais de dois mil roraimenses. Contudo, mesmo com mais de R$ 1 bilhão em caixa, o governador Antônio Denarium continua brincando com a saúde do povo. Só pode.

Olha só. Vossa excelência bem que poderia ter evitado tudo isso, toda essa carnificina, se já tivesse inaugurado o anexo do HGR. E é bom lembrar que toda a estrutura do bloco foi finalizada ainda na gestão de Suely Campos.

Lembro-me. Assim que assumiu, Denarium prometeu entregar o bloco no primeiro ano de governo, mas, mesmo com o Corona matando aos montes no HGR, o bloco continuou inoperante. Ou seja, o governador mentiu.

Dia desses, confesso, ri com a desgraça alheia. Pela nona vez, Denarium prometeu entregar o anexo, em janeiro do ano que vem. Mas é bom lembrar que em 2019, o governador anunciou que entregaria o bloco até o final do ano, mas não entregou. Homem sem palavra.

Depois, vossa excelência mais uma vez prometeu finalizar as obras até abril de 2020. Pois também ficou só na promessa.

Então, pressionado por órgãos ministeriais, Denarium novamente deu uma data para entregar o bendito bloco: em julho de 2020. Mas… “necas de pitibiriba”. Outra falácia do governador. E o Corona matando aos montes no superlotado HGR, com atendimento precário, desumano.

Então, pela 4ª vez, Denarium anunciou a inauguração do anexo, que iria acabar com a superlotação no HGR: “até o final de 2020”, prometeu mais uma vez o desacreditado governador. Mas… nada.

Como a Sesau em tempo de pandemia virou a “galinha dos ovos de ouro”, Denarium, então, sem explicação alguma, justificou o atraso nas obras, alegando que precisaria modificar o projeto que, à época, já havia consumido mais de R$ 20 milhões de recursos públicos. E tome grana descendo o ralo da corrupção.

Cínico de tantas promessas, vossa excelência prometeu então entregar o bloco no primeiro semestre 2021, depois até maio, depois até junho, até dezembro e, por último, agora, em janeiro do ano que vem. Será? Quem acredita?

Mundos e fundos

Durante sua milionária campanha, em 2018, Denarium prometeu “mundos e fundos” na debilitada Saúde estadual. Disse que ainda no primeiro ano de governo, iria construir a clínica da mulher, acabar com filas de cirurgias; ampliar a maternidade Nossa Senhora de Nazaré, assim como inaugurar o bendito anexo do HGR. Mas após nove secretários na Sesau, em três anos, nenhuma das promessas acima foi cumprida até hoje.

Pior. A Sesau virou um antro de corrupção. Em um ano, a PF teve que fazer três operações para estancar a sangria do dinheiro público. Políticos, bem como empresários aliados do governador interferiam em contratos fraudulentos e faziam compras superfaturadas de equipamentos e insumos. Parte do dinheiro foi parar até nas nádegas do senador Chico Rodrigues. Vergonha nacional.

A verdade é que a Saúde no Estado está um caos, pior do que antes, e Denarium também tenta tirar vantagem com isso, tenta lucrar com o macabro mercado da morte. Pode acreditar.

Quem acredita que vossa excelência vai mesmo entregar o anexo do HGR em janeiro próximo?

Por Álvares dos Anjos – cronista