A intenção de consumo entre os roraimenses cresceu 13,4% em janeiro de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado, divulgou a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Roraima (Fecomércio-RR).

Conforme a Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o estado apresentou um índice de 105, 7 pontos, considerado o melhor resultado para o mês de janeiro desde 2015.

Apesar do crescimento em comparação com janeiro de 2019, o índice apresentou uma queda de 0,5%, a segunda redução consecutiva, comparada ao mês de dezembro, que marcou 106,2 pontos e 107,5 em novembro de 2019.

De acordo com o Fecomércio, os indicadores que contribuíram para o resultado positivo no primeiro mês do ano, foram perspectiva profissional, com o aumento de 2,81%, e o momento para comprar bens duráveis com uma taxa de 5,27%.

Intenção de Consumo das Famílias

O ICF é composto por sete categorias diferentes, que abrange as condições profissionais e de renda das famílias, além dos níveis de consumo, acesso a crédito e perspectivas futuras de consumo.

Os índices variam de 0 a 200 pontos com nível de indiferença de 100 pontos. Valores acima de 100 pontos mostram um comportamento mais otimista das famílias em relação ao consumo.

Informações e foto: G1 Roraima