A Promotoria de Saúde do Ministério Público de Roraima (MPRR) realizou uma diligência na manhã de hoje (20) no depósito do patrimônio do Estado. Durante a fiscalização, o órgão encontrou diversos materiais de saúde encaixotados desde janeiro.

Segundo a promotora de Saúde, Jeanne Sampaio, os itens poderiam estar sendo utilizados no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazaré. A unidade é alvo de constantes denúncias, devido às irregularidades na estrutura, equipamentos e falta de materiais.

“Encontramos alguns itens nas caixas e pedimos que fosse providenciada a entrega desses materiais para serem utilizados na Maternidade. Alguns foram objeto de doações e estavam aguardando um ato formal de entrega”, disse a promotora.

Jeanne destacou que na única unidade hospitalar neonatal há equipamentos enferrujados e danificados, que poderiam ser substituídos pelos materiais guardados nas caixas, diminuindo os problemas no local. Quais itens e a quantidade não foram confirmados pela promotora, nem os valores de cada um deles.

“Os equipamentos estavam lá desde 29 de janeiro e a gente entende que já teve tempo suficiente para tomarem providências e amenizarem a crise na Maternidade. Determinamos que ainda hoje fossem entregues”, garantiu. Jeanne frisou que o governo de Roraima tinha conhecimento dos materiais guardados.

Um relatório será feito pela Promotoria da Saúde para descrever todos os materiais encontrados. O documento será entregue à Polícia Civil de Roraima e à Procuradoria-Geral de Justiça, a fim de apurar se houve omissão por parte da gestão estadual.

SAMU

Além desses equipamentos, outros materiais destinados ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foram localizados pela equipe. “[Os itens] poderiam ser usados e estavam em um depósito na sede do Samu estadual. Esses equipamentos poderiam estar sendo utilizados na Maternidade”, explicou.

Depois de olhar os Termos de Cautela, a promotoria entrou em contato com a direção do Hospital Materno Infantil e confirmou que parte dos equipamentos serviria para a unidade.

OUTRO LADO

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) esclarece que atendendo uma determinação do Ministério Publico Estadual, por meio da promotora Jeanne Sampaio, realizou a transferência de equipamentos que estavam armazenados no DSG- Departamento de Serviços Gerais da Secretaria, para o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazaré (HMINSH). Entre eles: Monitor Multiparâmetro, Detector Fetal, Foco Cirúrgico, Otoscópio, Oxímetro, Desfibrilador.

Vale ressaltar que esse material não foi entregue antes por estar destinado a atender o Bloco E, em construção no Hospital Geral de Roraima (HGR).

A Sesau ressalta que o Governo de Roraima adquiriu, por meio de emendas parlamentares, um equipamento de Autoclave Descontaminação – 350 Litros. A expectativa é que o equipamento seja entregue pela empresa, na primeira semana de março, e imediatamente instalado no HMINSN. O que vai resolver de maneira definitiva o serviço de higienização dos materiais cirúrgicos. No entanto vale ressaltar que o serviço de higienização continua sendo realizado no HMINSN, para manter a regularidade do atendimento.

Em relação às duas autoclaves encontradas no DSG, a Sesau esclarece que serão instaladas no Hospital Estadual Vereador José Guedes Catão, no município de Mucajaí e a outra atenderá a Unidade Mista de Caracaraí Irmã Aquilina, e não foram instaladas no HMINSH, por não suportar a demanda da Unidade. Os equipamentos serão instalados após o carnaval.

 Em relação a estrutura predial a Sesau informa que por meio de emenda parlamentar há recursos na ordem de R$ 4,5 milhões, que serão destinados para a construção de um novo espaço para atender as necessidades da Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica e o Centro de Logística da Sesau.

Para tanto será iniciado o processo de projeto de cadastramento no Fundo Nacional de Saúde, para posterior liberação dos recursos, e abertura de processo licitatório.

É importante ressaltar que a gestão atual da Secretaria de Saúde não tem medido esforços para sanar as dificuldades e regularizar a prestação dos serviços, tanto na capital quanto nos municípios. Toda a equipe está empenhada, trabalhando diuturnamente, para definir as ações.

A curto prazo no HMINSN será iniciada nesta quinta-feira,20, a revitalização predial, incluindo reparos nas instalações hidráulica, elétrica e sanitária. No HGR o mesmo trabalho já está sendo feito.

Informações: Roraima em Tempo – foto: Divulgação