Na manhã deste sábado, 02, as empresas Renovo e Centro Norte, que prestam serviços para o Governo do Estado, foram notificadas pela Prefeitura de Boa Vista por estarem executando obras de esgoto sanitário em várias ruas de Boa Vista, na zona Oeste, próximas ao bairro Caimbé e adjacentes, em desconformidade com a legislação municipal e com alvarás vencidos.

“Essas duas empresas entraram com processo na Secretaria de Obras do Município para corte de asfalto, e esse corte normalmente são faixas de 80 centímetros, porém o que eles têm feito é cortar as vias inteiras, muito maior do que o permitido, e acabam deixando-as comprometidas. E na hora de repôr o asfalto, ao invés de fazer por completo, executam apenas os 80 cm e, isso no período de chuvas, esse pavimento fica todo deteriorado, ou seja, aparecem muitos buracos e prejudica a população”, explicou o secretário municipal de Obras, Ramildo Costa.

Ainda segundo Ramildo, “Com essa ação, estamos pedindo mais transparência com relação a todos esses transtornos que eles estão trazendo para a população do nosso município. Precisamos que eles trabalhem de forma responsável não deixando para trás entulhos, buracos, ruas sem sinalização e com planejamento até porque estamos a pouco mais de um mês do período chuvoso e isso preocupa muito”, disse.

Durante ação, agentes do município com o apoio da Guarda Municipal embargaram as obras e solicitaram a regularização das empresas e dos processos. A prefeita Teresa Surita esclareceu a ação nas redes sociais e destacou o apoio que recebeu do governador Antônio Denarium.

“Quero esclarecer… Sabe muitos desses buracos e valas abertas em vários bairros da cidade? Eles são de obras de esgoto feitas por empresas contratadas pelo Governo do Estado, mas que estão atuando sem alvará, sem planejamento, rasgando o asfalto de ruas inteiras, de um lado a outro, e sem fazer o devido reparo que a lei determina e que já pedimos inúmeras vezes”, escreveu nas redes sociais.

Ainda segundo a prefeita, “Deixam entulhos, não finalizam as obras, quebram calçadas, destroem sinalização de trânsito, quebram drenagem e tudo isso está atrapalhando o trabalho preventivo que fazemos para o período chuvoso. Diante dessa situação absurda, a prefeitura notificou as empresas responsáveis e espera que medidas sejam tomadas com urgência, pois este descaso é inadmissível”, questionou.

Teresa disse ainda que chegou a conversar com o governador Antônio Denarium sobre o assunto e que ele teria se colocado à inteira disposição para ajudar o município e requerer das empresas e da Secretaria de Obras do Estado que atuem dentro da legalidade, pois o prejuízo é todo da população e prefeitura. “Agradeço a atenção do governador @AntonioDenarium e peço a agilidade necessária que precisamos pois as chuvas estão se aproximando”, finalizou a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here