E aí, senadores? quando vão resolver a crise energética de Roraima como prometeram no passado?

E agora, senadores de Roraima? Quando vão resolver o problema energético do Estado? Já de passaram seis meses e nada!

Chico Rodrigues, Mecias de Jesus e Telmário Mota andam muito calados ultimamente, quanto a crise energética de Roraima. O que está acontecendo? O povo precisa saber: até quando os três senadores do Estado ficarão de braços cruzados quanto aos constantes “apagões”?

Na campanha passada, tanto Chico quanto Mecias engrossaram o tom e prometeram solucionar de vez o imbróglio da energia. Telmário, que não estava na corrida eleitoral, fez coro junto aos candidatos. Prometeram mundos e fundos, dizendo que iriam até o “inferno se possível” (Telmário até cumpriu: foi bater asas bem lá no palácio do Maduro. Apenas para fazer cena).

Mas até agora, nada! E aí? O que está acontecendo? Se o problema era só o senador Romero Jucá, como eles vociferavam, qual a desculpa agora já que o emedebista não se reelegeu e eles é quem detêm o poder?

Dos três, o mais quieto é Mecias. Claro! Anda pisando em ovos desde que a revista Crusoé e o site Antagonista anunciaram a quatro ventos uma suposta falcatrua protagonizada por ele durante a votação para a presidência do Senado, em fevereiro passado. Isso tudo é medo, senador?

E o Chico? Esse é o que pode ser considerado um dos “amigos do rei”. Parceirão do presidente da República, vendeu sua imagem como algo preponderante para resolver todos os problemas do Estado, já que tem acesso total e irrestrito a Bolsonaro. Bom, até agora o que o ex-governador conseguiu foi acomodar em seu gabinete o sobrinho do presidente, Leo Índio, e somar mais de R$20 mil em diárias para viagens ao exterior. E o povo, senador?

Telmário…bom… é o Telmário, né gente?! Como já citado, o parlamentar das melancias e das rinhas de galo foi até o Palácio Miraflores, tomou um chazinho com Maduro e teve a “brilhante” ideia de implorar para que a fronteira, fechada há meses, fosse reaberta. Resultado: o êxodo venezuelano praticamente triplicou. E a religação do Linhão de Guri prometido? Necas!

Pelo que se pode notar, os três representantes do Estado no Senado se mostram ineficazes para fazer qualquer coisa enquanto estão com as mãos amarradas, seja fugindo de investigações, enchendo de forma desordenada seus gabinetes de assessores e apaniguados políticos ou simplesmente exibindo sua virilidade mequetrefe a mulheres casadas via “zap-zap”.

Enquanto isso, o roraimense padece com os “apagões”, com seus aparelhos eletroeletrônicos queimados a cada queda de energia e com as tarifas mensalmente mais caras, à mercê de parlamentares que juraram por Deus que esse tipo de coisa seria do passado. Agora estão “pianinhos” ante as mazelas do Estado. Será que só voltarão a falar grosso nas próximas eleições?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here