Dona Francisca Alves de Araújo completou 100 anos no dia 9 de junho, exatamente um mês antes do aniversário de Boa Vista. Ela já comemorou a data com a família e agora vai festejar com mais de sete mil atletas na Corrida Internacional 9 de Julho.

A aposentada já é dona de um recorde: ela é a pessoa mais idosa a participar desta edição da competição, que vai acontecer no domingo, dia 7. O incentivo veio da neta, a atleta Érica Liliane Araújo de Lima, 42 anos, que vai acompanhar dona Francisca durante o percurso.

Ela conta que a corrida se tornou uma motivação para a avó. “Ela tinha que tomar a medicação, mas estava relutando muito. Aí eu dizia pra ela: ‘Vó, tem que tomar o remédio, que a gente vai correr a corrida e a senhora tem que estar boa’. Aí ela já aceitava. Então eu comecei a usar a corrida para muitas coisas, para o banho, para alimentação. Aí, eu não podia falhar com ela, tive que inscrevê-la”, contou.

Dona Francisca anda com dificuldades. Por conta disso, vai participar da 9 de Julho em uma cadeira de rodas. Os treinos com a neta acontecem todos os dias na rua ao lado da casa da aposentada. Mesmo com as limitações, Érica pretende cruzar a linha de chegada com a avó caminhando.

“Ela não vai atravessar a linha na cadeira. Vai atravessar andando”, prometeu. “Eu já corri a 9 de Julho com um grupo de amigas, mas hoje a corrida está sendo muito importante para mim, porque está me ajudando com o convívio com minha avó. Toda vez que eu falo da Corrida 9 de Julho, ela dá um sorrisinho, fica me olhando, aí balança a cabeça e diz que vai correr”, completou.

Dona Francisca, a atleta centenária, vai contar com o reforço de uma torcida grande. São sete filhos, 28 netos e 48 bisnetos que vão torcer por mais uma conquista da matriarca. 

Além de Dona Francisca, outros idosos também participarão da corrida este ano

A Corrida Internacional 9 de Julho atrai atletas profissionais e amadores de várias idades. E uma turma que vem crescendo na competição é a de participantes acima dos 60 anos. Nesta edição, 83 idosos vão disputar a prova. A maior corrida de rua de Roraima e uma das principais da região Norte também contará com a participação de 118 atletas com deficiência.

Outra atleta da melhor idade que está se dedicando aos treinos é a dona Eva Magalhães, de 79 anos. Ela é integrante do projeto Cabelos de Prata, do Núcleo São Francisco, e vai correr no percurso de 5 km da 9 de Julho. Este é o segundo ano que ela participa. “Na primeira vez eu completei a prova, ganhei a medalha, adorei”, disse. 

Dona Eva quer mais uma medalha pra coleção. A da 9 de Julho, segundo ela, é a mais bonita. De forma inusitada, as atividades físicas fazem parte da vida da aposentada desde a infância. “Ia pra roça correndo. Acho que por isso que não tenho doença. Me sinto bem quando estou correndo”, contou sorridente.

Durante os treinamentos a atleta e outros colegas do Cras São Francisco são acompanhados pelo instrutor Eduardo Oliveira. Ele cuida da preparação dos corredores.

“A gente trabalha a flexibilidade, o equilíbrio, a agilidade e a força deles. Então eu vou perguntando: ‘E aí tá bom, vocês conseguem? Posso ir mais além?’ Alguns falam sim e outros não. Aí vou trabalhando de acordo com o que podem”, explicou.

Força de vontade não falta para essa turma que dá um exemplo de superação, mostrando que é possível vencer as limitações e que não existe idade que impeça a prática esportiva.

Entrega dos kits

Entre os dias 4 e 6 ocorre a entrega dos kits da corrida principal e corridinhas Baby e Kids, no Teatro Municipal de Boa Vista. Os inscritos podem retirar os kits das 10h às 21h. Vale destacar que a entrega dos kits das corridinhas Baby e Kids ocorrerá somente até as 12h do dia 6.