Casa Militar informou que o governo estadual possui oito aeronaves – Edinaldo Morais/Roraima em Tempo

Um decreto assinado pelo governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), autorizou a Casa Militar dar continuidade nos trâmites administrativos para realização do leilão de aeronaves pertencentes ao patrimônio do Estado.

A Casa Militar informou que o governo estadual possui oito aeronaves avaliadas como inoperantes por estarem gastas ou sucateadas.

“Pelo fato de não funcionarem, a atual gestão de governo optou por leiloar três unidades, enquanto as demais serão desafetadas para a mesma finalidade, tendo em vista a inviabilidade econômica para recuperá-las”, justificou.

No começo de julho, a Casa Civil do governo de Roraima fechou contrato de R$ 300 mil com uma empresa para aquisição de passagens áreas e terrestres, tanto nacionais quanto internacionais. O serviço será prestado durante um ano.

Na época, a Casa Civil disse que o Estado não tinha nenhuma aeronave e, por esse motivo, precisava contratar a empresa, que além do governador, vai atender secretários de Estado, considerando a necessidade de deslocamento para reuniões e encontros oficiais de governo.

Em relação aos gastos com aquisição de passagens, o governo ressaltou que se dá devido nenhuma das aeronaves estarem em condição de uso. “Destaca-se que as aeronaves têm ano de fabricação entre 1975 e 1989, tendo feito os últimos voos entre 2010 e 2017”, esclareceu.

O Governo informou ainda que entre 2017 e 2018, gestão da ex-governadora Suely Campos (PP), foram contratados mais de R$ 3,1 milhões com fretamento de transporte aéreo, valor maior do que o contrato atual que pode ser usado ou não em todo o valor.

Informações: Roraima em Tempo