Após o jornal Roraima em Tempo mostrar que presos da Cadeia Pública de Boa Vista estão infectados por coronavírus, a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) informou à reportagem que não existe transmissão da doença dentro do Sistema Prisional.

“Eles cumprem pena em regime fechado com direito a trabalho externo acompanhado por escolta, que está suspenso desde o dia 22 de março. Eles foram devidamente isolados e, assim, estão há cerca de 10 dias, sendo acompanhados por técnicos da Secretaria de Estado da Saúde [Sesau]”, acrescentou a Pasta, sem informar a idade dos presos.

De acordo com a Sejuc, todos os protocolos para impedir o contágio de outros detentos estão sendo seguidos. Frente aos dois primeiros casos, todas as medidas necessárias foram adotadas “a partir do momento em que eles apresentaram os primeiros sintomas”, reforçou.

Na Cadeia Pública estão reeducandos idosos, que foram levados à unidade em agosto do ano passado. Eles são considerados do grupo de risco. De acordo com o Sindicato dos Policiais Penais do Estado de Roraima (Sindppen-RR), outros seis detentos estão com suspeita de Covid-19.

Não há informação de casos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), maior unidade prisional do estado. O presídio registrou neste ano uma grave crise sanitária, que levou à interdição parcial e multirão de saúde.

Por uma decisão judicial, os novos presos devem ser enviados às “26 Celas do Seguro, localizadas ao lado do Bloco A”. O local é destinado aos detentos de maior periculosidade. Conforme o sindicato, os detentos infectados estão no Bloco A, da Ala 3, da Cadeia Pública.

Informações: Roraima em Tempo – foto: Edinaldo Morais