A quantidade de golpes de estelionato em ambiente virtual aumentou  em Roraima devido à pandemia do novo coronavírus.  Os golpes ocorridos online saltaram de 11,8% para 24,3% em todo o pais.

Um dos crimes mais comuns utiliza a foto dos usuários para pedir contribuições em dinheiro., foi o caso do Padre Revislande que alertou em grupos de whatsapp que sua foto foi utilizada durante golpe.

“Entrei em contato com os grupos quando percebi que utilizavam a minha imagem para pedir dinheiro. É golpe e avisei a todos” disse.

A empresária Taline Malinowski também foi uma das vítimas. Ela divulgou em suas redes sociais o uso das imagens feita pelos criminosos.

“Basicamente ele utiliza das nossas informações das redes sociais, nossas fotos para que a pessoa acredite que o perfil é verdadeiro. Já fizeram isso duas vezes comigo e dessa vez meu irmão também foi vítima” disse.

Dicas para não cair em golpes?

Não faça transferência bancarias ou empréstimos sem se certificar de que realmente está falando com a pessoa certa. Entre em contato por telefone previamente ou combine antes. Fazer perguntas pessoais também facilita na hora de identificar se trata de um golpe.

Compras on-line

Uma boa dica é pesquisar a idoneidade da empresa, conferindo os dados comerciais da empresa de comércio eletrônicos. “Os canais de vendas virtuais são obrigados a fornecer os dados como razão social, endereço, telefone e CNPJ”, diz Vita.

Antes de comprar, entre em contato com a empresa nos contatos oferecida pela companhia para saber se de fato funciona. Fazer uma dupla checagem nunca é demais.

Investimentos na internet

Os sites das corretoras de valores e dos bancos costumam ter mecanismos de segurança. Se você é cliente da corretora ou do banco, ligue para eles e se informe sobre os procedimentos e a segurança da transação antes de fazê-la.

Mas fique atento também na hora de escolher a instituição para não cair numa cilada e perder dinheiro. Busque sempre por sites oficiais, como CVM e B3, para confirmar as informações. A CVM tem uma lista empresas que receberam alertas sobre atuação irregular no mercado financeiro.

Empréstimos online

Dependendo da entidade de crédito (se for um banco ou uma agência de fomento), as transações são geralmente criptografadas e há mecanismos de segurança de dados que protegem sua transação.

Fique atento aos sinais para ter certeza que a instituição e o empréstimo são idôneos. Na hora do desespero por dinheiro, muitas pessoas acabam caindo em fraudes na internet.

Para terem garantias de que serão pagas, as instituições fazem uma varredura de histórico de crédito e pedem o CPF do tomador para essa verificação. Esses processos são normais e necessários para garantir que o crédito seja liberado. Promessas de empréstimo sem essa checagem podem ser maliciosas.

A cobrança de taxas antecipadas não é permitida pelo Banco Central. Logo, instituições sérias não fazem esse pedido. E lembre-se também que todas as empresas de empréstimos pessoais devem estar registradas como pessoa jurídica.

Mensagens estranhas

Recebeu uma mensagem com um link oferecendo comissão, bônus, empréstimo ou qualquer dinheiro fácil? Ou um e-mail de um desconhecido com algum anexo? Fique atento!

Geralmente, mensagens como essas contêm um link para mais informações ou para fornecer suas informações pessoais. O link pode possuir software malicioso para hackear seu computador ou o golpista pode roubar sua identidade com essas informações.

Informações: Folha de Boa Vista – Foto: Ilustração