Antônio César, morador da Vila Vilhena, localizada no município de Bonfim, interior de Roraima, procurou a reportagem nesta segunda-feira (14) para denunciar o abandono da Escola Estadual João Vilena, que atende 83 estudantes do Ensino Fundamental e Médio.

Ele solicitou reforma na unidade de ensino e afirmou que o local está servindo de abrigo para animais. Além disso, o morador gravou o momento em que um cavalo passa por dentro da escola para se alimentar. 

“A escola estadual está abandonada. Estamos passando por esta pandemia e não houve tanta preocupação do Governo para a reforma, mas estamos esperando uma resposta. O local agora é um abrigo para animais, como vocês podem perceber nessas imagens, esse cavalo vem todos os dias aqui”, sintetizou.

Segundo César, os ventiladores, bebedouros e a caixa d’água da escola estão quebrados. Outra denúncia do morador é que o teto pode desabar a qualquer momento. Ele explica que a maior preocupação é com o retorno das aulas.

“A unidade está quase desabando, e desde quando ele foi eleito o governador [Antonio Denarium] prometeu consertar a escola e a gente espera até hoje. Ela nunca foi reformada desde a criação. Como ficam os alunos nesta situação?”, criticou.

GOVERNO 

A Secretaria de Educação (Seed) esclareceu, por meio de nota, que a atual gestão está trabalhando para reformar as escolas públicas da rede estadual de ensino. Além disso, destacou que a Divisão de Estrutura Física (DIEF) já realizou levantamento das necessidades estruturais e a unidade de ensino será completamente revitalizada pela Seed com recursos do tesouro estadual.

A Pasta ressaltou que existem mais R$ 6 milhões de emendas de parlamentares federais para reforma, ampliação da escola da sede e de outras quatro escolas indígenas, sendo também para construção de uma nova escola em comunidade indígena no município do Bonfim. 

Informações: Roraima em Tempo – Foto: Divulgação