“Uso máscara diariamente. Não por ser obrigatório, mas para proteger minha saúde e minha família”. Esse é o depoimento da autônoma Maria José, 60 anos, um bom exemplo de conscientização durante esta pandemia. Pois mesmo com a redução das mortes e ocupação dos leitos de UTI em Boa Vista, os cuidados devem ser redobrados, principalmente com os idosos, que estão no grupo mais vulnerável à covid-19.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a máscara é um equipamento de proteção necessário nesse período, sendo umas das formas de evitar o contágio enquanto a pandemia persistir. Desde o início da pandemia, a Prefeitura de Boa Vista tem desenvolvido diversas ações de conscientização e até mesmo a distribuição de máscaras. Até o momento já foram entregues quase 190 mil máscaras a população.

Com a liberação de duas etapas do Plano de Atividades Econômica, a prefeitura estabeleceu as consequências da não utilização de máscaras durante o período de enfrentamento da doença. Por meio de um decreto publicado em 20 de julho, quem não cumprir a nova medida pode ser multado no valor de R$ 50. A fiscalização das condutas e a devida aplicação estão a cargo da Guarda Civil Municipal.

“Assim estamos nos protegendo. Então, não custa nada usar. Faço todas as atividades de casa com a máscara no rosto, até mesmo a caminhada na praça. E para proteger os outros e ganhar uma renda extra, eu também confecciono máscaras. Temos que ter consciência da importância”, frisou Maria.