MPRR dá 24h para Governo explicar falta de insumos e medicamentos em maternidade

A própria direção do hospital informou ao MPRR que os estoques de vários medicamentos e insumos da unidade estão praticamente zerados - Foto: Yara Walker

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde, emitiu ofício à Secretaria estadual de Saúde (SESAU) e à CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica) para que prestem informações sobre as providências adotadas para solucionar o problema da falta de medicamentos e insumos no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth.

De acordo com o Promotor de Justiça, Igor Naves, a situação é preocupante. A própria direção do hospital informou ao MPRR que os estoques de vários medicamentos e insumos da unidade estão praticamente zerados, o que tem comprometido seriamente os procedimentos cirúrgicos e a dispensação dos cuidados diários aos pacientes.

SESAU e CGAF têm até 48 horas para responderem ao ofício do Ministério Público.

A Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde também enviou ofício à direção de todos os demais hospitais e pronto atendimentos do Estado em Boa Vista para que, em 48h, envie informações acerca do quantitativo de medicamentos e insumos em estoque na unidade de saúde, bem como a relação dos fármacos requisitados e disponibilizados pela Secretaria Estadual de Saúde – SESAU / CGAF.

Informações: O Poder