Ao menos 41 motoristas profissionais e caminhoneiros foram infectados pelo novo coronavírus, de acordo com informações do Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest Senat) divulgadas nesta segunda-feira (22).

Segundo a instituição, foram feitos 236 testes rápidos em caminhoneiros, motoristas do transporte de cargas, motoristas de ônibus e cobradores em Roraima. Um resultado ainda aguarda conclusão, enquanto 194 deram negativo.

O teste aplicado nos profissionais busca por anticorpos no organismo e deve ser feito a partir do oitavo dia de sintomas. A pesquisa foi realizada em todo o país.

Um painel com os resultados parciais foi lançado e mostra que entre os testados 190 não possuem outros problemas de saúde, enquanto os outros 46 têm doenças pré-existentes.

Doença pré-existente em motoristas e caminhoneiros testados

Ainda segundo os dados do painel, 97 dos profissionais relataram ter algum sintoma da Covid-19. Já os outros 139 dos testados informaram não possuir nenhum dos sintomas.

A taxa de infecção entre os transportadores analisados ficou em 17,4% e a de infecção entre os transportadores que possuem algum sintoma do novo coronavírus resultou em 17,5%.

A ação faz parte da quarta fase da campanha Transporte em Ação – Mobilização Nacional de Combate ao Coronavírus, promovida pelo Sest Senat, iniciada no dia 8 de junho.

Os dados devem servir, ainda, para direcionar ações de empresas e do poder público durante a pandemia.

Informações: G1 Roraima – Foto: Sest/Senat