Para solucionar um antigo problema de alagamento na rua Francisco Custódio de Andrade, no bairro Tancredo Neves, a Prefeitura de Boa Vista vem executando melhorias na região, construindo uma rede de drenagem de 156 metros de extensão, entre a avenida Mário Homem de Melo e a rua Leôncio Barbosa.

A obra vai acabar com o acúmulo de água na área durante o período chuvoso, representando o fim dos transtornos aos moradores. Os serviços serão finalizados com a recomposição asfáltica. É o que espera a aposentada Tereza Aurora, de 72 anos. Moradora há mais de 15 anos, ela aguardou ansiosa pelo fim da obra, na esperança de nunca mais ver a “lagoa” que se forma na rua.

“Assim que eu cheguei aqui a água descia e não acumulava. Aí construíram as casas, aterraram os terrenos, agora todo o inverno quando chove a água empossa nessa área e só seca no verão. Teve um ano que eu e meus filhos pegamos dengue, porque estava custando muito secar a água. Agora vai melhorar, a carapanã vai diminuir, e a rua vai ficar mais bonita e melhor”, disse.

O trecho considerado mais crítico da rua é exatamente entre a avenida Mário Homem de Melo e rua Leôncio Barbosa. Conforme relatado por moradores, durante todo o inverno a água não seca, fica por dias acumulada, causando diversos problemas de tráfego e a proliferação de mosquitos causadores de doenças.

Obras de infraestrutura mudam realidade de Boa Vista

Desde 2013, Boa Vista vem passando por grandes transformações. A prefeitura já asfaltou 508 ruas e avenidas, são mais de 229 km construídos. Foram recapeados mais de 108 km, desde as principais vias da cidade até as da zona oeste.

São quase 155 km de rede de drenagem implantadas em toda a cidade, eliminando 40 pontos críticos de alagamentos. Mesmo não sendo de responsabilidade da gestão municipal, a prefeitura já construiu mais de 346 km de calçadas em toda cidade.